spot_imgspot_img

    À procura de novas oportunidades | Henrique Araújo

    Benfica

    Aquela que tem sido uma das poucas razões de críticas dos adeptos encarnados ao treinador Roger Schmidt, tem sido o facto de ter dado muito poucas oportunidades a Henrique Araújo. O avançado madeirense estreou-se pela equipa principal na temporada passada, sendo lançado por Nelson Veríssimo, não demorando muito tempo a mostrar os seus dotes, marcando três golos em seis jogos.

    Nesta temporada, apesar dos indícios positivos mostrados na pré-temporada, Henrique Araújo tem tido pouco espaço nas opções do treinador alemão, tendo jogado um tal de 775 minutos divididos por 20 jogos, com dois golos marcados.

    A sua pouca utilização já fez com que fosse novamente relegado para a equipa B, na qual marcou quatro golos em seis jogos. Apesar da formação secundária encarnada lhe dar competição e continuidade, esta já se revelava demasiado curta para o seu talento.

    Mesmo nas poucas oportunidades que tinha, Henrique Araújo mostrou a sua qualidade, sobretudo a inteligência a movimentar-se em campo sem bola, a capacidade para jogar entre linhas e para jogar em apoio frontal. No entanto, este sempre permaneceu na sombra de Gonçalo Ramos – que é o melhor marcador da equipa – e até de Petar Musa, que sendo um jogador mais limitado tecnicamente, é um jogador que tem mostrado utilidade e tem sido uma aposta válida na rotação.

    FC Paços de Ferreira 0-2 SL Benfica
    Fonte: Paulo Ladeira/ Bola na Rede

    Um detalhe interessante que podemos verificar é que, com excepção dos dois jogos seguidos contra o Estoril-Praia (jogos que o Gonçalo Ramos falhou por lesão), Henrique Araújo foi sempre lançado nos jogos para jogar nas funções que Rafa tem desempenhado, jogando no apoio a Gonçalo Ramos, Petar Musa e até mesmo de Roman Yaremchuk antes deste ser vendido. Este facto leva a entender que o técnico alemão vê o jovem madeirense mais como um segundo avançado do que como um ponta-de-lança.

    Para muitos benfiquistas, Henrique Araújo é o avançado mais completo do Benfica e aquele com maior margem de progressão, mas com a sua falta de utilização a um nível competitivo e com a contratação de Casper Tengstadt, começava a colocar-se na mesa a possibilidade de encontrar uma solução para lhe dar competição no curto prazo.

    É preciso entender que, apesar de todo o potencial que Henrique Araújo tem, será mais benéfico para o seu crescimento ir rodar num clube onde possa jogar com regularidade, do que jogar cinco ou dez minutos por jogo no Benfica.

    O Championship é um campeonato muito mais competitivo do que a Primeira Liga e o Watford FC está a lutar pela subida de divisão, ocupando actualmente o terceiro lugar no campeonato. Saliente-se ainda o facto do Watford ter contratado a portuguesa Helena Costa para Coordenadora de Scouting do clube, bem como o facto de já terem contratado o lateral-direito João Ferreira, que inclusive, já se estreou a marcar pelos Hornets.

    Neste momento, o que se pode desejar a Henrique Araújo, é que aproveite este empréstimo da melhor forma possível, jogando, ganhando competição e tendo rendimento de modo a regressar mais forte e mais preparado.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Tiago Serrano
    Tiago Serranohttp://www.bolanarede.pt
    O Tiago é um jovem natural de Montemor-o-Novo, de uma região onde o futebol tem pouca visibilidade. Desde que se lembra é adepto fervoroso do Sport Lisboa e Benfica, mas também aprecia e acompanha o futebol em geral. Gosta muito de escrever sobre futebol e por isso decidiu abraçar este projeto, com o intuito de crescer a nível profissional e pessoal.
    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Bola na Rede