logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Javi García de regresso a casa para pôr ordem nela

Javi García de regresso a casa para pôr ordem nela

Achas que vai ter sucesso na Luz?

 

Javi García é o nome mais vezes presente na conversa quando a questão “o Schmidt vai ter algum adjunto que conheça o futebol português?” é colocada.

Têm escasseado nos últimos dias estes colóquios – muito pela existência e insistência de outros relativos ao mercado de transferências -, mas, até prova em contrário, será mesmo o espanhol a assumir a função de adjunto do novo timoneiro das águias, cabendo-lhe incumbências adstritas ao papel de ligação entre um desconhecedor do futebol lusitano e o grupo de trabalho.

O médio espanhol representou os encarnados entre 2009 e 2012 e alinhava agora no Boavista FC, tendo assim um conhecimento do futebol em Portugal algo aprofundado.

Segundo consta, tem curso de treinador e gosto pelas funções de banco, estando disposto a abdicar desde já, aos 35 anos, da carreira de jogador para se iniciar nas lides de timoneiro num clube de que sempre mostrou gostar. Para Javi, perfeito! E para o SL Benfica?

Javi García de regresso a casa para pôr ordem nela
O espanhol jogou estes últimos anos no Boavista FC         Fonte: Diogo Cardoso/ Bola na Rede

É difícil prever. A verdade é que médios espanhóis parecem dar bons treinadores, mas não é algebricamente assim. É uma aposta arriscada: será a primeira experiência do médio numas funções que vai abraçar num momento de “mata ou morre” para as águias.

Vai ter um papel de relevo numa equipa técnica plena de alemães, numa equipa que está obrigada a ganhar, num clube onde a pressão é enorme e a margem de erro – sobretudo atualmente – é praticamente nula.

É, reitero, uma aposta arriscada. Todavia, acredito (talvez ingenuamente) que é um risco calculado e que Javi García não foi o primeiro nome a vir à baila.

Apesar de os anos mais recentes não deixarem perceber a existência de rigor e critério nas decisões da administração benfiquista, acredito que desta feita as coisas tenham sido feitas e decidas com cabeça e que haja critérios bem definidos por trás da escolha do espanhol.

Critérios que eventualmente não são do conhecimento geral. Se for esse o caso e o compromisso de Javi for o que se espera, será apenas uma questão de se dar bem com Roger Schmidt e a restante equipa técnica. Aí, as coisas podem correr muito bem, até pela disciplina que certamente ambos vão incutir.

Caso contrário, as coisas podem correr muito mal e o SL Benfica, aí, dará mais um passo atrás e retardará de novo o seu projeto. Nada a que os benfiquistas não estejam habituados…

O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.

O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA