sl benfica cabeçalho 1

Chegou aquela fase da época, típica, quando falamos do Benfica de Rui Vitória. O momento em que salta à vista mais dos mais recentes lançamentos da Benfica Editoras. Neste caso, João Carvalho.

João Carvalho é fruto de mais um bom relacionamento entre o clube e os jovens que são formados na academia do Seixal. Dotado tecnicamente, posicionalmente correcto e com cabeça, João Carvalho tem todas as boas qualidades que se podem pedir a um recém-promovido à equipa A.

Porém, as coisas podem não ser um mar de rosas. Acontece que o “miúdo” foi lançado aos tubarões num jogo complicado e para substituir alguém que é, cada vez mais, uma das peças fundamentais na manobra ofensiva do Benfica – Krovinovic.

As coisas não correrem muito bem. Não fez um jogo à altura das capacidades que possui e, como consequência, foi substituído por Zivkovic. Esperava-se esta mexida, mas também era de esperar que o português tivesse uma prestação melhor.

Anúncio Publicitário
O jovem encarnado é o mais recente produto das escolas do Seixal a dar nas vistas Fonte: SL Benfica
O jovem encarnado é o mais recente produto das escolas do Seixal a dar nas vistas
Fonte: SL Benfica

Contudo, não é motivo para alarme. Com os rumores de que o Benfica está a ser poupado nas idas ao mercado, tudo pela eventual aposta naquilo que está a ser feito e produzido pela equipa B, é de acreditar que João Carvalho venha a ser das futuras peças importantes no plantel encarnado.

Está naquele lote de jogadores interessantes, tal como João Félix ou Diogo Gonçalves, que, com jeitinho, vão calçar no futuro. Isto se o magnânimo Jorge Mendes não entrar em acção com a habitual taxa de 15 milhões.

É certo, a julgar pela maneira como as coisas correram e estão a correr esta temporada, que muita coisa terá de mudar para 2018/2019. Assim sendo, João Carvalho tem muito espaço e tempo para crescer. Já deu mostras, como no jogo contra o Moreirense, daquilo que é capaz e do que pode trazer à equipa.

Será uma questão de tempo até que, com a limpeza do final da época, ele e os restantes assumam aposição de cativos no onze inicial. Muito honestamente, é um dos caminhos a seguir. Dar espaço a quem merece. E João Carvalho provou que merece para prosperar e crescer aumentando a qualidade da equipa e do nosso campeonato.

Artigo revisto por: Ana Rita Cristóvão