Sempre foi notória a aposta do SL Benfica na formação. Muitas “águias” mostraram o que valem e voaram para o estrangeiro. E é isso que se teme na Luz: João Félix tem sido bastante cobiçado e os adeptos temem a sua saída do Benfica. Isto porque o “miúdo” está a dar que falar pela Europa fora.

Nascido a 10 de novembro se 1999, em Viseu, João Félix tem sido o destaque do futebol português no momento. Iniciou a sua atividade neste deporto a dar a cara pelos Pestinhas (Tondela), mas foi nas camadas jovens do FC Porto que esteve durante vários anos. Mais concretamente, defendeu os azuis e brancos nos vários escalões desde a época 2008/09 até 2011/12, representou os Dragon Force em 2012/13 e voltou para o Porto em 2013/14. Antes de rumar à Luz, jogou ainda pelo Padroense na época 2014/15.

Numa entrevista dada ao site “Mais Futebol”, a mãe de João Félix recorda o percurso difícil do filho desde muito novo. O seu progenitor era, na altura, preparador físico do CD Tondela e, paralelamente, treinava as escolinhas dos Pestinhas, o primeiro clube onde jogou. Um ano depois, a sua vida tinha dado uma volta de 180º. O FC Porto fez uma proposta: treinar durante a semana e jogar no fim de semana. E assim foi durante cinco anos, onde inicialmente treinava às terças, quartas e quintas e, mais tarde, também às sextas. A família fez, durante esses anos, 260 quilómetros entre Viseu e Porto, nesses mesmos dias. Segundo o que conta Carla Félix ao “Mais Futebol”, a rotina era sempre a mesma, pois “ele tinha o dia todo de aulas” e “quando chegávamos a casa já tinha os trabalhos de casa feitos”. Saíam de Viseu por volta das 17h em direção ao Porto e regressavam já depois das 23h. O bem-estar e a felicidade do filho eram tudo para estes incansáveis pais.

Ainda durante a sua formação nos dragões, Félix foi integrado no projeto PJE (Potencial Jogador de Elite), que englobava os melhores jogadores de cada escalão para uma diferente preparação, que incluía treinar uma vez por semana com Pepijn Lijnders, treinador holandês.

Amigo de João Félix: “É um rapaz muito humilde”
Fonte: SL Benfica

Após cumprir o compromisso com o clube da cidade invicta, foi jogar para o SL Benfica e passou a viver no Seixal. João Félix foi recebido de braços abertos, integrou-se facilmente e desde cedo as suas capacidades. No Seixal, deixou de ser “o miúdo frágil” e tornou-se fisicamente mais robusto, não só pelo trabalho que os encarnados fizeram com ele, mas principalmente pelas suas próprias qualidades. A mãe relembra que uma das coisas que ajudou mais foi o facto de ter sido tão bem acolhido, quer pelas pessoas no Centro de Estágios, como por treinadores e colegas.

Em 2016, assinou contrato profissional com as águias até 2020, o qual renovou em 2017, o que o segurava até 2021. Com 16 anos, o “miúdo” viseense tornou-se o mais jovem de sempre a jogar na II Liga e, com 17 anos, o mais jovem a marcar na II Liga. Na mesma época foi ainda chamado à Seleção Nacional de sub-21, onde saltou três escalões. Segundo um amigo, João é “um rapaz muito humilde”, que “gosta de trabalhar”. Também a mãe enaltece a sua humildade, afirmando que o filho “não é nada dado a vedetismos”.

Na verdade, João Félix tem demonstrado isso mesmo e muito mais. Polivalente, a “jovem promessa” pode jogar no apoio à frente de ataque e a partir do flanco esquerdo. Tem sido, no Benfica, maioritariamente titular e as suas brilhantes atuações têm dado muito que falar e têm sido motivo para comparações e grandes elogios. Estreou-se pela equipa principal do Benfica em agosto de 2018 no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, substituindo Franco Cervi aos 87 minutos. O jogador beirão, na altura ainda com 18 anos, tinha dividido na época anterior o seu tempo entre os Juniores e a equipa B das águias, onde mostrou a Rui Vitória qualidades suficientes para fazer parte da equipa principal e, por sua vez, ser brindado com uma cláusula de rescisão de 120 milhões.

O avançado, de agora 19 anos, tem estado em destaque também no estrangeiro. Real Madrid, Barcelona, Manchester City, Manchester United, Paris Saint-Germain, Bayern Munique e Juventus são alguns dos clubes que têm vindo a demonstrar interesse na contratação do jovem beirão. Em Espanha, fala-se que o Real Madrid, clube pelo qual o jogador sempre demonstrou um grande carinho, já chegou mesmo a entrar em contacto com o SL Benfica, para uma possível contratação e, por conseguinte, de um empréstimo aos encarnados por mais uma temporada.

Estatisticamente falando, João Félix fez 27 jogos pelos Juniores B do Benfica, marcando 10 golos. Pelos Juniores A fez 42 jogos e marcou 31 golos, pela equipa B, fez também 31 jogos e marcou nove golos. Este ano, pela equipa principal, tem um total de 22 jogos e oito golos. Na Liga dos Campeões, jogou apenas três jogos sem golos marcados, mas na Taças (de Portugal e da Liga) conta com 5 e 2 jogos, respetivamente e um golo em ambas as competições. Por fim, é de referir que foi Campeão Nacional de Juniores A na época 2017/2018.

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários