sl benfica cabeçalho 1

O destaque desta semana vai para um sérvio e, não, não é o Fejsa. Vou falar-vos do extremo ofensivo que tem deslumbrado os benfiquistas – Andrija Zivkovic.

Detentor de uma capacidade técnica já a um nível alto, e embora de tenra idade, mostra uma maturidade em campo que desconcerta e convence qualquer um: até Rui Vitória já se rendeu. Que arrancadas de sonho ala fora! Faz excelentes assistências e mete a bola onde quer. E o drible? É um desequilibrador nato. Ainda no último jogo para a Taça de Portugal, servido por Nélson Semedo inúmeras vezes, Zivkovic foi uma verdadeira dor de cabeça para a defesa do Leixões. Consegue imprimir ao jogo velocidade e técnica inesgotáveis.

Levou o seu tempo a chegar ao 11. A concorrência é forte – Salvio, Gonçalo Guedes, Cervi, Rafa Silva e Carrillo – mas acho que está provado o valor. Já é uma opção válida e que dá garantias com muito mérito e competência.

Fonte: SL Benfica
Fonte: SL Benfica
Anúncio Publicitário

Na minha opinião, esta demora foi premeditada. Se virmos bem, é um jogador muito jovem, e a fase de adaptação ao clube, à cidade, aos colegas e até ao modelo de jogo é importantíssima e pode ser decisiva para o sucesso de uma carreira futebolística. Ao ter outras opções, e de luxo, diga-se de passagem, o nosso treinador conseguiu gerir melhor esta situação e acabar por beneficiar o jogador, que assim não entra de imediato na equipa e não queima todas estas etapas importantes.

Nós só temos a ganhar também! Dá gosto ver um jogador evoluir assim de jogo para jogo e cada vez mais confiante. Tem-se demonstrado muito bom com a bola nos pés e, apesar de o esquerdo ser o predilecto, o direito não serve só de apoio; não vejo, aliás, grande diferença entre os dois. A atitude é, igualmente, à Benfica. Deixa a camisola suada, é veloz, é destemido, normalmente sai vencedor no confronto, e é já uma das primeiras alternativas na marcação de livres.

Já me fez relembrar o Drulovic, antigo jogador dos encarnados. Não só pela cor da bandeira mas também pela forma como deixa os adversários para trás e leva a bola aos companheiros.

É verdade que o camisola 17 tem jogado frente a adversários que demonstram maiores dificuldades quando jogam contra o clube da Luz, mas acredito que o Vitória o está a preparar e a formar para elevar as águias “alto, mais alto; ninguém nos vai parar”.

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários