Como todos os benfiquistas, espero que este momento menos bom de forma seja ultrapassado e que se retome a senda de vitórias e boas exibições, o chamado “vencer e convencer” que não se tem visto.

A jogar só uma vez por semana e preocupados só com uma competição para além do campeonato – Taça de Portugal – creio que os altos níveis físicos e psicológicos dos jogadores voltarão aos padrões normais e conseguirão realizar um final de campeonato à semelhança do que tivemos no ano passado, em que foram imbatíveis.

Sabemos que o calendário não é fácil: falta jogar com o adversário direto em casa, jogo que é fundamental para a revalidar o título, falta a sempre difícil deslocação a Alvalade, e são ambos jogos cruciais caso o Benfica não ganhe ao Porto ou perca pontos com adversários mais fracos.

No final das contas, quem é do Benfica acredita sempre e até ao fim, ou mesmo depois do fim anunciado – nota para o que os adeptos mostraram em Dortmund, onde mesmo estando a perder por 4-0 o seu apoio foi incondicional, pela quantidade de adeptos presentes e os seus cânticos incansáveis.

Por isto e por muito mais, resta dizer: “Nós só queremos o Benfica Campeão!”.

Anúncio Publicitário