Anterior1 de 2Próximo

sl benfica cabeçalho 1Foi por esta altura que se começou a desenhar o titulo de tricampeão. Precisamente na jornada 25, da época 2015/2016, o Benfica deslocou-se a Alvalade com um ponto de desvantagem do seu adversário e saiu daquele lado da 2.ª circular com a liderança e mais dois pontos à frente.

Por sua vez o Porto foi a Braga perder por 3-1, ficando a seis pontos de distância do primeiro classificado. Até ao momento, o Benfica somava 20 vitórias, um empate e quatro derrotas, que se deveram em grande medida ao atribulado inicio de campeonato, com um treinador novo a tentar moldar a equipa ao seu estilo e em que à 8.ª jornada contava com uma desvantagem de sete pontos do primeiro lugar, ocupando a 6.ª posição na tabela classificativa.

Este ano contamos com 63 pontos, 20 vitórias, três empates e duas derrotas, e ocupamos, novamente, o primeiro lugar da Liga. Mas, desta vez, o ombro a ombro não é com o Sporting mas sim com o Porto, que se encontra com 62 pontos, a um do Benfica, mas com mais golos marcados (57) e menos sofridos (11), contrapondo com os 56 marcados e 13 sofridos da parte do clube da Luz.

Há que dar tudo em campo até à vitória final Fonte: SL Benfica
Há que dar tudo em campo até à vitória final
Fonte: SL Benfica

Vamos ter uma luta a dois? Ninguém tem dúvidas, mas espero que tenha o mesmo final feliz da última época, em que os encarnados não cederam à pressão e foram tricampeões nacionais. Porém, o Porto não é o Sporting; é um adversário temível e perigoso pela sua mentalidade ganhadora e pelo bom momento de forma em que se encontra, ao passo que, convenhamos, o Benfica se tem mostrado nos últimos jogos, nomeadamente com as ditas equipas grandes, muito receoso e com pouca qualidade no seu fio de jogo.

Está aí a chegar um Clássico e a equipa não se encontra no seu melhor momento, principalmente depois da pesada derrota sofrida e da forma inequívoca com que foi eliminada da Champions League, pelo Dortmund. Contudo, a expressiva vitória sobre o Belenenses para o campeonato, que é e sempre foi o principal foco, pode ser um sinal de recuperação.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários