Uma das aquisições já anunciadas pelo Sport Lisboa e Benfica para a nova temporada foi a do venezuelano Jhonder Cádiz. O avançado, que teve passagens por União da Madeira, CD Nacional, Moreirense FC e que representou o Vitória FC na última temporada, custou três milhões de euros aos cofres dos encarnados.

Claramente, esta contratação não é consensual por parte dos adeptos. Jhonder Cádiz não é o ponta-de-lança que os adeptos desejariam ver de águia ao peito. No entanto, existem vários factores que fazem com que esta contratação mereça o benefício da dúvida da minha parte.

Primeiro que tudo, quando a imprensa o começou a associar ao Benfica, o treinador Bruno Lage elogiou o avançado venezuelano, referindo-o como um jogador muito forte a atacar a profundidade e muito intenso a defender, características importantes no seu modelo de jogo.

Segundo, o Vitória FC teve o terceiro ataque menos concretizador do último campeonato, com apenas 28 golos marcados. Cádiz marcou nove, 32% dos golos marcados pela equipa sadina na Liga. Fora dos quatro primeiros classificados, apenas Tomané no Tondela teve um maior impacto na sua equipa em termos de golos marcados.

Anúncio Publicitário
Cádiz foi o melhor marcador do Vitória FC na época passada
Fonte: Vitória FC

Terceiro, da mesma forma que Nicolas Castillo e Facundo Ferreyra na época passada eram vistos como grandes reforços no papel e fracassaram de águia ao peito, o contrário também pode acontecer. Cádiz ainda tem que crescer muito se quiser afirmar-se no Benfica, mas tem características que encaixam no modelo de jogo de Bruno Lage e isso pode ajudá-lo a evoluir.

Há uns tempos atrás, a imprensa avançou que este poderia ser emprestado ao Belenenses SAD. A meu ver, dentro dos clubes da Primeira Liga, é dos melhores clubes onde poderia rodar. Porque, trabalhando com um treinador como Jorge Silas, um eventual empréstimo seria um “tira-teimas” para o jogador, onde se tirariam as conclusões para perceber se Cádiz só serve para andar no carrossel dos empréstimos, ou se serve para algo mais.

O presidente do Benfica Luís Filipe Vieira deixou claro na última Assembleia Geral que havia uma estratégia por detrás desta contratação. Resta aguardar para ver o que o jogador poderá fazer.

Foto de Capa: SL Benfica