Os últimos jogos do SL Benfica têm mostrado a melhor forma de Pizzi, um jogador que não tem sido uma primeira escolha de Jorge Jesus esta época, mas que ultimamente tem mostrado bons sinais dentro das quatro linhas.

Quando chegou à Luz, Jorge Jesus fez questão de salientar que Pizzi não seria uma opção para o meio do terreno e que as suas qualidades sobressaem mais na ala direita – lugar que ocupou em outras épocas nos encarnados. Ora, o que tem acontecido nas últimas partidas tem sido exatamente o oposto: Pizzi tem atuado no miolo ao lado de Weigl, fruto da lesão de Adel Taarabt.

A lesão do marroquino abriu portas ao internacional português para voltar a ser titular e tem merecido todos os elogios do técnico e da imprensa. No último jogo fora de casa, frente ao CD Tondela, Pizzi foi um dos elementos em destaque depois de ter marcado um golo, feito uma assistência e realizado quatro passes para finalização, acabando com uma eficácia de passes superior a 85%.

Pizzi volta a ganhar destaque no miolo encarnado
Pizzi volta a ganhar destaque no miolo encarnado
Fonte: Isabel Silva / Bola na Rede

No mais recente jogo do SL Benfica, frente ao FC Porto, que terminou com um empate a uma bola, Pizzi voltou a ser titular ao lado de Julian Weigl. O internacional português jogou os 94 minutos da partida, mas não esteve ao nível que tinha apresentado nos dois jogos anteriores, apesar de ter tido uma eficácia de passe superior a 81% e de ter visto um golo anulado já em período de compensação por fora de jogo de Darwin Núñez.

Anúncio Publicitário

Pizzi chegou ao SL Benfica em 2013 proveniente do Atlético de Madrid por 14 milhões de euros, mas esteve a primeira temporada emprestado ao RCD Espanyol de Barcelona onde fez 34 jogos e marcou quatro golos. No verão de 2014 regressou ao plantel encarnado, onde se fixou como uma das principais figuras até aos dias de hoje.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome