Anterior1 de 6Próximo

O sistema tático do Sport Lisboa e Benfica pareceu sempre confiar na habilidade técnica dos seus extremos, e por isso sempre tivemos a necessidade de deter jogadores que se destacassem por “espalhar magia” no campo. São os jogadores que partem para cima da defesa adversária e desmarcam os pontas-de-lança, ou trazem a bola até às extremidades e cruzam com grande categoria. Em qualquer uma das opções, o extremo tem de ser rápido, ter bom jogo de finta e boa visão de jogo. Para além disto, há quem aposte nos extremos que se movem para o centro a partir das laterais e tentam o remate, como é o caso mais pomposo de Arjen Robben.

Estes são os cinco melhores extremos que vestiram o manto sagrado no séc. XXI.

Anterior1 de 6Próximo

Comentários