FC Paços de Ferreira 0-2 SL Benfica: Entrada dominadora reforça liderança encarnada

    Benfica

    A NECESSIDADE DE PONTUAR PACENSE ESBARRA NA NECESSIDADE DE MANTER DISTÂNCIAS DO BENFICA

    Era uma jornada antecipada que se jogava numa noite fria de janeiro, com o FC Paços de Ferreira a ter como missão “defender o amarelo” e fazer com que voltassem a cair nódoas no pano quase perfeito do SL Benfica na Primeira Liga.

    O Benfica vinha avisado pelo que os pacenses fizeram na receção ao SC Braga e nunca poderia ter as favas contadas. Duas equipas a precisar de ganhar, por motivos diferentes, com um jogo emocionante em perspetiva.

    A primeira grande obra de arte do desafio chegou de forma madrugadora, com o relógio a marcar ainda nos seis minutos, e o pintor foi Alex Grimaldo. O defesa espanhol torna os livres em penáltis e não desperdiçou a oportunidade de adiantar os encarnados no marcador.

    Felizmente, não foi preciso esperar muito para ver uma bola a bater nas redes de novo. Guedes desequilibrou, serviu Aursnes que chutou para defesa de Marafona, que depois viu João Mário só ter de encostar para a baliza.

    Do lado do comandante do campeonato, exercitavam com bola e a gerir o resultado. Resultado que foi posto em causa já na segunda parte, por intermédio de Nigel Thomas já nos últimos 15 minutos, com um forte remate ao poste na sequência duma bola parada.

    Foi satisfatório. O SL Benfica só teve depois perto de marcar com um autogolo de Juan Delgado, mas o resultado manteve-se na diferença de dois golos e a águia aumenta a vantagem para os seus rivais diretos, ainda que de forma provisória.

    A FIGURA

    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    João MárioCerebral. É o grande pensador do ataque do Benfica. Hoje marcou, mas o seu jogo vai para além desse apontamento estatístico. Espalhou classe na Capital do Móvel. Uma nota de destaque para Nico Gaitán, que mesmo sem a sua equipa vencer, encheu o campo.

    O FORA DE JOGO

    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Entrada em falso pacense – Sofrer dois golos logo nos primeiros dez minutos complicou o que já era extremamente difícil. Os comandados de César Peixoto entraram a meio gás e o Benfica aproveitou e fixou o resultado final.

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    FC PAÇOS DE FERREIRA

    BnR: O Paços deu boa réplica nestes últimos dois jogos, já a pensar no próximo contra o Gil Vicente, que dinâmicas é que quer ver melhoradas no jogo da sua equipa para levar a vitória?

    César Peixoto: Contra o Braga o que penso que falhou foi sete segundos, aqui foi os primeiros dez minutos, temos que estar mais focados, sabíamos que o Benfica ia entrar forte. Há sempre coisas a melhorar, nem sempre quando ganhamos está tudo bem, nem quando perdemos está tudo mal. Acho que a equipa nestes dois últimos jogos deu um passo em frente na ideia de jogo, no que é o processo e o caminho. Falhamos o objetivo, há sempre coisas a melhorar, no ataque acho que é a confiança, mandámos três bolas aos ferros, algumas bolas que podíamos ter finalizado de melhor forma. Focados e concentrados numa situação ou outra, no 2.º golo tem um erro do Erick que meteu o jogador do Benfica em jogo. Há sempre coisas a melhorar, mas também há muita coisa boa que podemos retirar e potenciar para depois no próximo jogo estarmos fortes.

    SL BENFICA

    BnR: Gonçalo Ramos saiu lesionado, o que é que nos pode dizer da sua situação?

    Roger Schmidt: Não muito, foi na parte superior da perna. Temos que ver, perceber o problema, ele sentiu alguma dor e isso não é bom sinal.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    José Morais traçou os objetivos do Sepahan para a nova época

    José Morais já abordou a época que se avizinha...

    Já se conhece a data para a próxima convocatória de Portugal

    Portugal prepara-se para disputar a Liga das Nações, no...

    Álvaro Morata é oficialmente reforço do AC Milan

    O AC Milan oficializou a contratação de Álvaro Morata....

    Portugal enfrenta o Azerbaijão no acesso ao Euro 2025

    Portugal vai ter que passar por dois play-offs, de...
    Fernando Coelho
    Fernando Coelho
    Jogador de futsal amador, treinador de bancada profissional. A aprender diariamente, acredita que o desporto pode ser diferente. Escreve com acordo ortográfico.