Anterior1 de 2Próximo

sl benfica cabeçalho 1O Benfica voltou a perder esta pré temporada, desta vez contra o RB Leipzig, no segundo jogo da Emirates Cup, prova organizada pelo Arsenal FC, em Londres, no Emirates Stadium, casa dos londrinos.

Não há muito para contar deste jogo além dos golos. O primeiro foi aos 19 minutos por parte de Halstenberg, numa arrancada do lateral esquerdo dos alemães, que tabelou antes de entrar na área e fazer o primeiro golo da partida. Passividade da defensiva do Benfica que tem sido o que mais andou a falhar nesta pré-época, contando com 14 golos sofridos. O segundo golo veio da cabeça de Compper, aos 53′, que desviou a bola com força para a baliza defendida por Bruno Varela. O cruzamento foi de Kaiser. A bola ainda bateu no poste antes de entrar, logo, foi sem hipóteses para o guarda redes dos encarnados. Contabilizados os golos, passo a analisar o jogo que foi, grande parte, entediante. A partida foi entusiasmante até chegar o primeiro golo do Leipzig, mas, depois disso, foi um jogo sem balizas, (pouco) disputado no meio campo e nas linhas laterais sem grandes sinais de perigo. Ao chegar o intervalo, nenhum dos treinadores decidiu mexer no onze que saiu, levando a que a partida não ganhasse grande entusiasmo e continuasse num típico jogo sem ritmo de pré temporada.

O Benfica não conseguiu argumentos para contrariar a desvantagem frente ao clube alemão Fonte: RB Leipzig
O Benfica não teve argumentos para contrariar a desvantagem frente ao clube alemão
Fonte: RB Leipzig

Aos 60 minutos iniciou-se a renovação do onze inicial, entrando Jonas e André Horta para os lugares de Martin Chrien e Rafa Silva. Mais tarde, saíram Carrillo, Cervi e Raúl e entraram Diogo Gonçalves, Willock e Mitroglou. Este último saiu devido a lesão (não parecendo grave) e deu o lugar a Pizzi. Antes entrara Filipe Augusto para substituir Fejsa.

O Benfica fechou a pré temporada com mais um jogo a demonstrar grandes fragilidades na defesa, que hoje foi composta por Grimaldo, Lisandro, Rúben Dias e Pedro Pereira. Foram sofridos dois golos, um deles devido à passividade do quarteto defensivo, além de vários lances em que se notava a clara falta de organização e de ensaio entre os jogadores que defendem a baliza encarnada. Já o ataque continua com lances de elevada qualidade, muito rápidos, boas transições, ainda que precisem de aprimorar algumas decisões. Cervi, Carrillo, Willock e Diogo Gonçalves mostraram boa influência e expetativa para esta época. O Benfica tem o próximo jogo a contar para a Supertaça Cândido de Oliveira, frente ao Vitória de Guimarães, a abrir a temporada 2017/18 em Portugal. Que comece a época e as vitórias! Saudações Benfiquistas!

 

Anterior1 de 2Próximo

Comentários