Com a temporada a chegar ao fim e os dias de férias dos jogadores a aproximarem-se parece que o que vai pairar na Luz é uma fase de férias para todos os responsáveis do clube encarnado. Mas não. Engane-se em pensa assim. Quando alguns viajam para os seus países, outros ficam por cá, a relaxar após uma temporada de jogos, existem uma equipa organizada pela estrutura que tratará de gerir o plantel para a próxima temporada. Uma equipa, que a meu ver, deve ser comandada pelo homem do balneário: Bruno Lage.

E se fosse eu Bruno Lage? E se fosse eu o homem que reforça a equipa? Este texto trata-se das minhas escolhas de posições e alternativas que, por alguma razão, precisam de ser reforçadas.

Na baliza é necessário um reforço. Um reforço que substitua Svilar no banco de suplentes. O belga não tem ainda qualidade suficiente para defender a baliza encarnada e precisa de uma ou duas temporadas de empréstimo. Sugiro para a baliza encarnada Cillessen. O substituto de Ter-Stegen tem muita qualidade, joga bem com os pés e seria um ótimo reforço para o plantel encarnado. Além disso, corresponde aquilo que o SL Benfica precisa, um reforço que não seja jovem nem que haja dúvidas da qualidade futebolística. Poderia, facilmente, disputar um lugar no onze encarnado com o camisola noventa e nove.

Com o mercado a apertar e as ótimas exibições de Grimaldo a defesa esquerdo será difícil mantê-lo na equipa. Assim sendo, gostaria de ver a compra de Cucurella ou de Rebocho. Cucurella é um polivalente da equipa do FC Barcelona B que jogou esta temporada emprestado ao SD Eibar.

Completando 30 jogos na LaLiga, o esquerdino espanhol provou ter qualidade suficiente para representar o clube da Luz, oferecendo ao corredor esquerdo movimentos muito semelhantes àqueles que Grimaldo faz. Rebocho é um homem da casa que conhece bem o futebol nacional tendo jogado na primeira liga ao serviço do Moreirense FC e que para mim tem muito mais qualidade que Yuri Ribeiro.

Chiquinho esteve em evidência durante toda a temporada. A sua polivalência e a sua técnica são as suas principais armas. O “regresso” ao SL Benfica seria uma boa forma de crescer junto de atletas de categoria e que podem ajudá-lo a tornar-se num melhor jogador
Fonte; Moreirense FC

Do lado oposto da defesa, no corredor direito, André Almeida precisa de um substituto de nível, tendo sempre em equação a possibilidade ou não de Pedro Pereira estar nos inscritos da próxima temporada. Como reforço da temporada Alex Pinto da equipa B poderia subir para o plantel principal, não precisando assim a estrutura de investir no mercado de transferência. Adaptar Salvio também é uma possibilidade mas que até ao momento parece estar descartar pelo treinador do Benfica.

No meio campo o equilíbrio do plantel é notável onde vários jogadores podem jogar em várias posições oferecendo assim uma vasta opção de escolha do treinador Bruno Lage. Mesmo saindo algum jogador seja das alas ou da zona mais central, o Benfica está muito bem reforçado para a próxima época.

A frente de ataque precisa de um reforço de peso. Um homem que responda a possíveis ataques do mercado a João Félix. O Benfica conta com Jonas, Seferovic e Ferreyra. Com Jonas a entrar nos trinta e cinco anos, Seferovic como possível opção A da próxima temporada e Ferreyra mais um ano emprestado ao futebol espanhol, o Benfica precisa de reforçar o ataque com um jovem jogador que possa aos poucos entrar na equipa e ganhar confiança e experiência. Chiquinho é o nome.

O jovem português, que passou pelo Benfica mas que não cumpriu nenhum minuto de águia ao peito, mostrou muita qualidade esta temporada jogando bem à frente do meio campo, quase nas costas do ponta-de-lança. Contudo, fugindo à regra de ser jovem, gostaria de ver no Benfica Dyego Sousa. É verdade que o final de época do português não foi a melhor mas não há dúvidas que é um ótimo avançado e que precisa de jogar num palco maior que o do SC Braga. Assim sendo, seria um ótimo reforço para o Benfica.

Estas são as minhas escolhas para posições e alternativas a reforçar no mercado de transferência que se aproxima.

Foto de Capa: SC Braga

Comentários

Artigo anteriorMadeira SAD 20-29 FC Porto: Dragões são Campeões Nacionais 4 anos depois
Próximo artigoOlheiro BnR – Ricardo Rodrigues
O João é benfiquista desde que se lembra. Nascido e criado em Aveiro, com uma experiência de cinco anos de vida em Moçambique, vive em Lisboa desde Agosto de 2015. A acompanhar os jogos do Benfica desde sempre e sem falhar a presença no Estádio da Luz pelo menos uma vez por ano, desde sempre que escreve textos pessoais acerca do Benfica e sobre o futebol em geral. Com coragem para defender e criticar o clube da Luz sempre que for preciso, tem mais interesse pela arte do futebol praticado do que pelas polémicas ou aspectos que mancham o desporto rei.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.