Luís Filipe Vieira foi reeleito presidente do SL Benfica com 62% dos votos, indo cumprir o seu mandato na frente dos destinos do clube. Uma das poucas novidades na sua lista para o seu sexto mandato enquanto presidente do Benfica foi a presença de Rui Costa como vice-presidente.

Este será mais um passo dado pelo antigo internacional português na sua caminhada para se preparar para ser aquele que Luís Filipe Vieira já intitulou de seu sucessor. E será a derradeira prova de fogo para avaliar se Rui Costa possui aptidões para se tornar presidente do Benfica no futuro.

Rui Costa sempre foi um homem de confiança de Luís Filipe Vieira, tendo-se tornado no Director Desportivo do Benfica assim que pendurou as botas em 2008. Nas memórias de muitos benfiquistas, ainda está presente o momento em que a antiga glória do clube foi buscar Pablo Aimar para herdar a “sua” camisola número 10, naquele que foi um dos seus primeiros actos de gestão do clube.

Passado alguns anos, seria promovido a Administrador da SAD do Benfica, posição que lhe fez ter menos influência na gestão do futebol do Benfica. Consequentemente, vimos um Rui Costa a ter menos poder nas contratações de jogadores e nas decisões do futebol do Benfica. Apesar disso, com a degradação da gestão desportiva do Benfica, Costa voltaria a ter um papel mais activo nas contratações, tendo sido um elemento importante na aquisição de jogadores como Julian Weigl, Luca Waldschmidt e Darwin Nuñez.

Anúncio Publicitário
Luís Filipe Vieira já apontou Rui Costa como o seu sucessor
Fonte: SL Benfica

Apesar de Rui Costa ser um elemento bastante popular por parte do universo benfiquista, este tem vindo a dividir cada vez mais opiniões no seio dos adeptos. A perda de poder nas decisões do futebol foi bastante contestada por grande parte da massa adepta, mas, apesar disso, também tem sido um dos elementos da estrutura mais visados por alguns adeptos encarnados, face à má gestão desportiva verificada nos últimos anos.

A sua promoção a vice-presidente do Benfica é uma prova de confiança dada por Luís Filipe Vieira, mas é também um acréscimo de responsabilidade e uma prova de fogo para Rui Costa mostrar as suas competências.

Rui Costa é alguém que percebe e conhece os meandros do futebol, sendo que acho que nesse aspecto é claramente superior a Luís Filipe Vieira. Apesar das críticas, creio que Rui Costa também é, de momento, mais popular no seio dos adeptos do que o actual presidente do Benfica.

No entanto, no cargo de vice-presidente do Benfica, Costa deverá ter um papel mais activo na gestão do futebol, mas também deverá ter um papel mais activo noutras áreas em que não tem tanta experiência e será aí que Rui Costa terá o maior desafio e onde terá que mostrar que tem aptidões para vir a ser presidente do Benfica.

Já houve casos noutros clubes que foram ótimos dirigentes e péssimos presidentes. O caso de Joan Gaspart no Barcelona é, provavelmente, o maior exemplo nesse aspecto. Compete agora a Rui Costa mostrar as suas competências e aptidões de modo a preparar-se para vir a comandar os destinos do Sport Lisboa e Benfica no futuro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome