Na temporada passada, Filip Krovinovic destacou-se no plantel do Sport Lisboa e Benfica pela sua qualidade consistente. Foi o que lhe trouxe confiança do treinador para continuar a ser uma aposta para o meio campo ofensivo, e rapidamente os adeptos perceberam que a sua compra tinha sido favorável. Krovinovic chegou do Rio Ave, e conquistou a titularidade, a qual não perdeu até à lesão grave. Para mim, o facto de Krovinovic deixar de jogar influenciou bastante o jogo do Benfica da temporada precedente, e a baixa prestação das Águias com a lesão do croata refletiu-se na forma como se acabou o campeonato. Foi precisamente depois da lesão que o futebol ofensivo do Benfica deixou de ter a mesma qualidade, e de notar que este não estava inscrito na Liga dos Campeões, competição em que o Benfica teve uma prestação embaraçosa.

Foram vários meses fora dos relvados, mas o regresso do médio croata parece estar para breve. Aliás, Krovinovic foi suplente nas últimas duas partidas do Benfica, mas ainda não teve oportunidade para se estrear nesta temporada.

Contudo, o meio campo do Benfica já está um pouco “inundado” de jogadores. Para o lugar que Krovinovic pretende ocupar já temos Pizzi, Gedson, Gabriel, Alfa Semedo, e até João Félix. No entanto, será que o meio campo tem tido uma boa e consistente prestação? A meu ver, Krovinovic pode oferecer algo de mais ao jogo do Benfica do que os atuais titulares. Dos centrocampistas tem sido Pizzi, Gabriel e Gedson a disputar a titularidade, mas penso que Krovinovic, ao fazer um regresso produtivo e positivo da sua parte o jogo do Benfica só vai poder melhorar.

Filip Krovinovic esteve em destaque no jogo frente ao Sporting da época passada, e no final revelou que a partida foi “um massacre” aos Leões apesar do empate
Fonte: SL Benfica

Krovinovic é um centrocampista ofensivo que cria jogadas com passes inteligentes, os quais se forem bem correspondidos pelos colegas de equipa vão resultar em lances de perigo. Nas 13 partidas que fez na Primeira Liga na época passada, teve uma média de eficácia de passes de 88%, percentagem que seria mais alta se, como não acontece por vezes, os colegas se apercebessem das jogadas que o croata pretende efetuar. Apenas marcou um golo na Primeira Liga, mas a quantidade de golos que foram o resultado das jogadas criadas por Krovinovic faz a diferença. Porque é isso mesmo que o médio ofensivo tem de fazer num tipo de jogo que o Benfica pretende, o médio tem de fazer a diferença com passes inteligentes, conectar o meio campo aos extremos e aos avançados através de jogadas de mestre, e manter a posse de bola quando necessário. E, para mim, Krovinovic tem muito a oferecer a um Benfica que passa por uma crise de más exibições.

Se deve começar já a ser titular ou não é uma questão pertinente. O croata esteve lesionado por muito tempo, e estar parado acaba por influenciar a forma física e é preferível um regresso não muito repentino aos relvados. Começar por dar alguns minutos de jogo para Krovinovic mostrar o que tem a dar, que eu acredito que é muito. Se não tiver perdido a qualidade após a lesão prolongada, penso que o Benfica tem na sua mão um verdadeiro redentor, e que se a restante equipa reagir bem ao seu regresso, Krovinovic tem tudo para elevar a qualidade exibicional do jogo das Águias.

Anúncio Publicitário

Foto de Capa: SL Benfica