Anterior1 de 3Próximo

sl benfica cabeçalho 1Depois do empate a uma bola do Sporting CP em Setúbal e da vitória caseira do FC Porto frente ao Desportivo das Aves, era a vez do SL Benfica entrar em campo nesta jornada da Primeira Liga.

Com a ausência de André Almeida por acumulação de amarelos, ficou uma vaga no lado direito da defesa, vaga essa que foi ocupada por Douglas que ainda deixa dúvidas juntos dos adeptos benfiquistas.

Foi um bom arranque de jogo na Luz, com o Benfica naturalmente por cima do Chaves. A equipa parecia estar-se a entender bem nos primeiros momentos de jogo, como tem sido habitual nas primeiras partes dos encarnados esta temporada. O primeiro golo do jogo chegou antes do primeiro quarto de hora, de forma natural tendo em conta o início de jogo que se verificou. Jonas (quem mais?), com um pontapé espetacular de primeira, com a bola ao nível do joelho, fez as redes da baliza defendida pelo Chaves balançarem.

As águias não abrandaram após o golo e continuaram a pressionar um Chaves abalado pela desigualdade no marcador. Não foram necessários mais de seis minutos para a vantagem ser alargada para dois golos. Novamente Jonas a marcar pelo Benfica, confirmando o seu vigésimo terceiro golo na Primeira Liga. Um marco incrível para o brasileiro.

Jonas marcou em 17 dos 19 jogos da Primeira Liga Fonte: SL Benfica
Jonas marcou em 17 dos 19 jogos da Primeira Liga
Fonte: SL Benfica

Sem tirar o pé do acelerador, o Benfica mostrou-se sempre mais perigoso e mais assertivo do que o Chaves. O resultado mantinha-se 2-0 quando os jogadores regressaram aos balneários para o intervalo da partida.

Anúncio Publicitário

Na segunda parte, as equipas que saíram foram as que entraram no relvado para retomar o jogo. Além das equipas, o jogo também se manteve o mesmo com um Benfica cada vez melhor nesta temporada, a subir de forma, e o Chaves a fazer um jogo digno, apesar do resultado desfavorável. Porém, aos 47 minutos, Pizzi marcou pelo Benfica e alargou a vantagem dos encarnados para 3-0.

No entanto, aos poucos o jogo foi esmorecendo e perdendo gás, mas o desequilíbrio manteve-se. O Benfica sempre por cima, enquanto que o Chaves se esforçava para ripostar e reduzir a desvantagem. O jogo parecia estar decidido com o resultado desnivelado dessa forma, tanto é que foi mesmo dessa forma que o jogo terminou.

O Benfica encontra-se agora a um ponto do Sporting e a dois do Porto, que tem menos um jogo devido à partida adiada frente ao Estoril em que perdia ao intervalo por 1-0. A Primeira Liga está ao rubro e cada vez mais emocionante, com os três lugares cimeiros a poderem mudar a qualquer momento.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários