Anterior1 de 4Próximo

Na jornada inaugural da edição 19/20 da Primeira Liga, o SL Benfica goleou o FC Paços de Ferreira por 5-0, garantindo a conquista do campeonato. A Luz era palco de um duelo de campeões: o campeão nacional Benfica, que procurava começar a defesa do título com um triunfo, recebia o campeão da Segunda Liga Paços de Ferreira, que estava de regresso ao convívio entre os grandes no principal campeonato português, um ano após ter sido descido de divisão.

Galvanizado pela vitória na Supertaça no passado domingo, o conjunto encarnado entrou bem, em busca de chegar rapidamente ao golo, mas o primeiro lance de perigo só surgiu à passagem do minuto 18: num canto ensaiado, Pizzi bateu a bola rasteira para a entrada da área, onde apareceu Grimaldo a rematar não muito por cima da barra da baliza de Ricardo Ribeiro.

Após alguns minutos em que não houve grande ação nas duas balizas, eis que o marcador da Luz é inaugurado: na sua estreia em jogos da Primeira Liga, o jovem lateral Nuno Tavares remata em arco à entrada da área e faz um golaço, em que Ricardo Ribeiro bem se esticou, mas não conseguiu impedir os festejos benfiquistas nas bancadas ao minuto 26.

O segundo não tardou a ser feito: Pizzi de grande penalidade fez o gosto ao pé, a castigar Bruno Santos por ter cortado a bola com o braço no lance anterior. Em seis minutos, as “Águias” alcançavam uma margem confortável mesmo sem carregar muito sobre os “Castores”.  O Paços ainda ameaçou, e até fez golo: Douglas Tanque bateu Vlachodimos, contudo o atacante estava em posição irregular e o árbitro Manuel Oliveira anulou o tento pacense.

Sem grandes motivos de interesse, o jogo foi-se arrastando para o descanso, com os comandados de Bruno Lage a limitarem-se a gerir a posse de bola até se ouvir o apito para o intervalo. 2-0 era o resultado no marcado do Estádio da Luz no período de descanso.

Pizzi marcou o segundo golo da equipa “encarnada” de penalti e foi um dos grandes destaques na partida
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede
A segunda parte do jogo começou algo mal jogada por ambas as partes. Apesar das oportunidades criadas, o Benfica não conseguiu concretizá-las em golo por muita passividade dos avançados “encarnados”. Já a formação pacense ia aguentando o resultado, ainda desfavorável, mas pretendia mais e isso notava-se na sua entrega ao jogo.

Passava pouco da uma hora de jogo e contrariedade para os “Castores”. Bernardo Martins, aos 66 minutos, foi expulso e acabou por prejudicar a sua equipa. O número sete pacense já tinha levado o primeiro amarelo aos 48 minutos. Foi uma má decisão por parte do jogador português e o Paços de Ferreira ficava agora ainda pior reduzido a dez.

Aos 70 minutos, chegou novo golo encarnado. Primeiro grande destaque para Nunos Tavares. que estava na direita, conduziu a bola para zonas interiores onde encontrou Chiquinho. O médio português conseguiu encontrar ao segundo poste Seferovic. O ponta de lança suíço só teve mesmo de dar um pequeno toque para marcar o primeiro no campeonato. Estava aumentada a vantagem para três golos.

Passou apenas cinco minutos e mais um. Os protagonistas? Os mesmos desta noite: Nuno Tavares e Pizzi. Mais uma grande jogada do jovem português que teve uma boa visão de jogo para encontrar Pizzi. O passe foi direto aos pés do capitão encarnado que só teve de rematar cruzado para bisar na partida. Cheirava a mais uma goleada dos comandados de Bruno Lage. O marcador era agora de 4-0 para o SL Benfica.

Se na Supertaça foram cinco, aqui não foi exceção. Aos 84 minutos, cruzamento rasteiro de Nuno Tavares e Vinícius estava no segundo poste para encostar para novo golo “encarnado”. O avançado estreou-se com a camisola do Benfica e marcou logo o seu primeiro golo oficial com a camisola das “águias”.

Até ao final do encontro, não houve mais nada a registar no que toca a ocasiões de perigo. Resultado final favorável ao SL Benfica por cinco a zero (novamente) desta vez no Estádio da Luz e assume desde já o primeiro lugar da Liga. Já o Paços de Ferreira começa com uma entrada em falso, neste que é o regresso à Primeira Liga.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

SL Benfica: Odysseas Vlachodimos (GR), Nuno Tavares, Ferro, Rúben Dias, Álex Grimaldo, Andreas Samaris (Vinícius, 77’), Florentino Luís, Pizzi, Rafa Silva (Jota, 77’), Raúl de Tomás (Chiquinho, 66’) e Haris Seferovic

FC Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro (GR), Bruno Santos, Marco Baixinho, Maracás, Bruno Teles, Mohamed Diaby, Luiz Carlos, Pedrinho (Matchoi, 72’), Bernardo Martins, Uilton Silva (Yago, 57’) e Douglas Tanque (Diogo, 68’)

Anterior1 de 4Próximo

Comentários