logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Beatles

SL Benfica x Liverpool FC | Uns têm os Beatles, outros a Amália

Liga dos Campeões, Primeira Mão dos Quartos-de-Final: Terça-feira, 20h, 5 de abril de 2022

ANTEVISÃO: ÁGUIAS E REDS DISCUTEM A PASSAGEM ÀS MEIAS FINAIS DA CHAMPIONS, NUMA ELIMINATÓRIA QUE SE PREVÊ APAIXONANTE

O que têm em comum Lisboa e Liverpool? Assim à primeira vista podem não ter nada de igual, a não ser a letra “L” no início no nome, mas ambas as cidades viram nascer artistas que marcaram uma geração e continuam imortais no tempo.

AS ÁGUIAS QUEREM CONTINUAR A SONHAR E PROCURAM NOVA VITÓRIA SOBRE O LIVERPOOL NA LIGA DOS CAMPEÕES.
EM QUE RESULTADO ARRISCAS? APOSTA JÁ NA BWIN.PT!

Falamos, claro está, da nossa lenda do Fado, Amália Rodrigues, e desse quarteto fantástico chamado “The Beatles”, que arrasou corações por esse mundo fora. Mas amanhã os artistas serão outros. São os da bola, os que fazem magia com os pés e levam ao deleite milhões de adeptos espalhados pelos quatro cantos do planeta.

O sonho comanda a vida e o SL Benfica vai tentar, pela primeira vez em 32 anos, chegar às meias finais da mais importante competição de clubes da Europa. Para isso, terá de eliminar o poderoso Liverpool FC e a primeira etapa começa já amanhã a ser discutida no Estádio da Luz, que já se encontra com a lotação esgotada.

Não será uma tarefa fácil, longe disso, pois a formação orientada por Jurgen Klopp tem um plantel do melhor que anda por aí. Tal como os Beatles, a banda era formada por quatro elementos e todos eles excelentes músicos, pois era muito difícil detetar alguma falha nos instrumentos que tocavam.

As águias vêm de uma derrota frente ao SC Braga
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

E é precisamente um conjunto de excelentes intérpretes da bola que o SL Benfica vai encontrar amanhã pela frente, sabendo que pode surpreender os reds com uma “Amália Rodrigues”, através de um momento de inspiração de alguns dos seus jogadores mais talentosos, como Rafa e Darwin Nuñez. Mas deixemo-nos de músicas e vamos ao que interessa.

Nélson Veríssimo já terá a lição bem estudada para levar de vencida o Liverpool FC neste encontro da primeira mão e não creio que a estratégia seja diferente daquela que foi usada no duelo com o AFC Ajax, em Amsterdão. Jogo de contenção, bloco baixo para proteger bem a linha defensiva e dar a iniciativa ao adversário, tentando sempre o contra ataque num eventual deslize por parte dos ingleses.

Para esta estratégia resultar na perfeição, é preciso defender bem, entreajuda de todos e aguentar a pressão ofensiva que se prevê forte. Depois, na posse de bola, é ter paciência e saber o momento certo para entrar na área e alvejar a baliza de Allison.

Em relação ao onze que vai entrar amanhã em campo, o técnico português deve manter o mesmo que utilizou em Braga. Talvez a grande dúvida seja em quem vai jogar no centro do terreno. Meité foi titular frente aos bracarenses, João Mário entrou nessa partida e marcou, e Taarabt está recuperado da lesão que o afastou dos últimos dois encontros, ele que tem sido o habitual titular no miolo encarnado.

Quanto aos reds, querem mostrar que são um dos fortes candidatos a conquistar a Champions mas para isso terão de provar em campo aquilo que realmente valem. É esperada uma entrada forte e pressionante por parte da equipa inglesa, que quer resolver logo a eliminatória em Lisboa para depois gerir o segundo jogo a seu bel-prazer.

Assente num esquema tático de 4-3-3, todos os sectores do Liverpool FC dispensam apresentações mas é na frente de ataque que reside a maior ameaça à baliza de Vlachodimos, com um tridente formado por Salah, Mané e Diogo Jota. Além destes três, Jurgen Klopp ainda se dá ao luxo de ter no banco soluções ofensivas como Roberto Firmino, Luis Díaz e Origi. Não é mesmo para quem quer, é para quem pode.

O contexto desportivo atual das duas formações também é bem diferente. O SL Benfica vem de uma derrota para o campeonato com o SC Braga e esse resultado poderá ter influência no rendimento da equipa para amanhã, já que as vitórias elevam sempre a moral dos jogadores.

Atualmente no terceiro lugar e a nove pontos do Sporting CP (segundo classificado) quando faltam apenas seis jogos para terminar a Liga, as águias olham já para a entrada direta na Liga dos Campeões como se de uma miragem se tratasse.

Já o Liverpool FC, vai entrar na Luz depois de ter vencido o Watford FC por 2-0 e mantém-se na luta pelo título inglês, que está a disputar taco a taco com o líder Manchester City FC, com um ponto apenas a separar as duas equipas.

Mesmo com estas disparidades entre os dois clubes, quer a nível desportivo, quer a nível do valor orçamental, um SL Benfica – Liverpool FC é sempre um duelo entre dois históricos do futebol europeu e uma surpresa pode acontecer quando menos se espera, tal e qual como em 2006.

O árbitro da partida vai ser o espanhol Gil Manzano.

10 DADOS RÁPIDOS

  1. SL Benfica e Liverpool FC já se defrontaram por dez vezes em toda a história. Quatro derrotas para o clube da Luz e seis vitórias para os reds.
  2. Nas cinco eliminatórias entre as duas equipas, só por uma vez o SL Benfica eliminou o Liverpool FC. Foi na época de 2005/2006, para a Liga dos Campeões.
  3. Nos confrontos entre as duas formações, os ingleses marcaram por 19 vezes e os encarnados 11.
  4. O SL Benfica tem 427 golos marcados em toda a história da Liga dos Campeões, enquanto os reds têm 442.
  5. Em termos de participações na prova milionária, o SL Benfica vai na sua 41.ª presença, mais 15 que o Liverpool FC.
  6. O SL Benfica está nos quartos de final da Champions pela 19.ª vez.
  7. Na fase de grupos desta temporada, o Liverpool FC fez o pleno. Seis jogos, seis vitórias.
  8. O SL Benfica já venceu em Inglaterra por quatro ocasiões.
  9. O Liverpool FC já perdeu cinco vezes frente a equipas portuguesas em território nacional.
  10. O último encontro do SL Benfica frente a uma equipa inglesa aconteceu no ano passado, frente ao Arsenal FC, para a Liga Europa. Derrota por 3-2.

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Beatles
Fonte: Zito Delgado/ Bola na Rede

Rafa (SL Benfica) – E de repente, Rafa passou a ser o homem mais falado do SL Benfica nas últimas semanas, por não ter festejado o fantástico golo que marcou ao Estoril Praia SAD. Muitos adeptos não perdoaram o seu comportamento e criticaram-no.

Mas com festejos ou sem festejos, o internacional português é sempre um perigo para os adversários. A velocidade é a sua arma secreta mas possui também qualidade técnica acima da média e é bom no drible, capaz de tirar um adversário do caminho com facilidade.

No aspeto da finalização, Rafa marca mais golos agora do que quando chegou à Luz e isso também fez parte da sua evolução como jogador. Uma das estratégias que o SL Benfica tem em mente para esta partida será jogar no contra ataque e Rafa é o homem ideal para isso.

 

Beatles
Salah é uma das estrelas da companhia
Fonte: Bola na Rede

Mohamed Salah (Liverpool FC) – É Salah mas podia ser outro jogador qualquer do Liverpool FC. Mas o que é certo é que o egípcio é a estrela maior de uma constelação que mora em Anfield Road. 

Dotado de um pé esquerdo temível, Salah é um desequilibrador nato que atua preferencialmente pelo lado direito do ataque, podendo também ocupar o lugar de segundo avançado.

Rápido e excelente no um para um, tem também uma grande visão de jogo e uma finalização bastante apurada. A época ainda não terminou e já leva 28 golos marcados e dez assistências. Não é por acaso que é considerado um dos melhores jogadores do mundo da atualidade.

 

XI’S PROVÁVEIS

SL Benfica: Vlachodimos; Gilberto, Otamendi, Vertonghen e Grimaldo; Weigl, Meité, Rafa e Everton; Gonçalo Ramos e Darwin Nuñez.

Treinador: Nélson Veríssimo

“O Liverpool é uma equipa com potência muito elevada, orientada por um treinador que dispensa apresentações. Sabemos que temos de estar a um nível muito bom e acreditamos que podemos dividir a eliminatória, na mesma linha dos 50/50 do jogo com o Ajax.

Estando ao nosso nível, como estivemos com o Ajax, podemos suprimir os pontos fortes o Liverpool.”

 

Liverpool FC: Allison; Alexander-Arnold, Van Dijk, Matip e Robertson; Fabinho, Henderson e Keita; Mané, Salah e Diogo Jota.

Treinador: Jurgen Klopp

“Darwin não é o único bom jogador. Faz parte do futuro do Uruguai, sim. É de topo. O golo que marcou ao Ajax foi incrível. Esperamos que seja titular. O Rafa não pode ter muitas bolas. É surpreendente com ela, realmente rápido.

Conheço muitos jogadores. O Julian Weigl, o Vertonghen, o Otamendi. Há muita qualidade e experiência naquela equipa. É um desafio interessante. Estou contente, ansioso e expectante para este jogo.”

PREVISÃO DE RESULTADO: SL BENFICA 1-2 LIVERPOOL FC

Artigo redigido por Rui Maria

O Rui é natural de Tavira. Desde 2003 que a sua residência é em Odivelas e com essa deslocação teve a oportunidade de frequentar e concluir um Curso Profissional de Técnicas Jornalísticas. O jornalismo foi sempre a sua paixão desde muito cedo e o seu gosto pela escrita foi acompanhando essa mesma paixão. No entanto, é no jornalismo desportivo que se sente mais à vontade para desenvolver todas as suas capacidades.

O Rui é natural de Tavira. Desde 2003 que a sua residência é em Odivelas e com essa deslocação teve a oportunidade de frequentar e concluir um Curso Profissional de Técnicas Jornalísticas. O jornalismo foi sempre a sua paixão desde muito cedo e o seu gosto pela escrita foi acompanhando essa mesma paixão. No entanto, é no jornalismo desportivo que se sente mais à vontade para desenvolver todas as suas capacidades.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA