O SL Benfica, mais propriamente o seu presidente, vive tempos atribulados. Numa altura em que os sócios pedem esclarecimentos sobre as várias polémicas em que Luís Filipe Vieira se encontra associado, o que estes têm recebido é um silêncio ensurdecedor por parte do líder encarnado.

Até ao momento, Luís Filipe Vieira ainda não se fez ouvir acerca das várias polémicas em que se encontra envolvido, quer seja a nível interno, quer seja por motivos alheios ao clube das águias.

Prova de que algo vai mal dentro do clube são as saídas de Luís Nazaré e Rui Pereira da Mesa da Assembleia Geral, e ainda de Álvaro Dâmaso da Mesa da Assembleia Geral da SAD, sem que haja uma razão explícita para tal. É seguro afirmar que dentro da instituição que é o SL Benfica se vivem tempos atribulados.

Anúncio Publicitário

Em abril deste ano, cerca de 10.000 sócios reuniram as assinaturas necessárias para marcar uma Assembleia Geral Extraordinária do clube, e que tem como ponto mais sonante o “esclarecimento cabal do processo eleitoral do dia 28 de outubro”, bem como “a criação de um regulamento eleitoral que dote processos futuros de maior transparência e independência”.

Contudo, o SL Benfica ainda não satisfez este direito dos seus associados – sendo que, num comunicado lançado no passado dia 29 de junho, a direção encarnada avança que os votos, de há oito meses, irão ser recontados.

Ao que tudo indica, a Assembleia Geral já não deverá acontecer no próximo dia 3 de julho, segundo António Pires de Andrade, novo presidente da Mesa da Assembleia Geral do SL Benfica, que assumiu o cargo após a saída de Rui Pereira.

A mais recente “polémica” em que Luís Filipe Vieira se encontra associado é com Jorge Mattamouros, sócio que moveu uma ação cível contra Vieira, acusando-o de utilizar o SL Benfica na sua esfera pessoal, para proveito próprio.

Luís Filipe Vieira é um nome cada vez mais fraturante no SL Benfica
Luís Filipe Vieira é um nome cada vez mais fraturante no SL Benfica
Fonte: SL Benfica

Mattamouros, cunhado de Noronha Lopes, candidato derrotado nas últimas eleições do clube, acusa o atual presidente das águias de se escudar atrás do clube da Luz nas polémicas do Novo Banco e da falhada OPA do clube à SAD encarnada.

O Sport Lisboa e Benfica é, atualmente, um clube desgovernado, abandonado por aqueles que prometiam tratar e cuidar dele até ao fim. Luís Flipe Vieira tem de se pronunciar sobre aquilo que se vem a passar no clube.

Aliás, tem de esclarecer aquilo que se vai passando a nível pessoal, pois afeta diretamente o clube. Não é, e nunca será, aceitável que quem quer que seja o presidente do SL Benfica traga os seus problemas pessoais para o clube, e muito menos aceitável é envolver o clube nessas mesmas polémicas.

O SL Benfica é dos adeptos e não pode continuar à deriva. É imperial que Luís Filipe Vieira venha a público explicar tudo. E se não quiser vir, que se demita!

Artigo revisto por Joana Mendes

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome