logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

A alegada nova regra de Schmidt para blindar o plantel. O melhor onze encarnado para 2022/2023. 4 jogadores que deveriam sair

SL Benfica x FC Porto | Dignidade encarnada em jogo

Primeira Liga, 33.ª Jornada, sábado, 18h, 7 de maio de 2022

ANTEVISÃO: HÁ HIPÓTESE DE UM TERCEIRO TÍTULO PORTISTA FESTEJADO EM CASA DA ÁGUIA – AOS ENCARNADOS RESTA EMPURRAR A ‘BATATA QUENTE’ PARA A ÚLTIMA JORNADA

 

Perdendo, permite-se festa rija ao FC Porto. Ganhando – o único resultado que interessa para evitar o primeiro ponto – ajudará o Sporting. Seria este o dilema do SL Benfica em condições anormais e se a rivalidade com o rival nortenho não puxasse pelo brio dos benfiquistas.

É DIA DE CLÁSSICO E DE DECISÕES NO CAMPEONATO. ACHAS QUE TEREMOS NOVO CAMPEÃO NA LUZ? APOSTA JÁ NA BWIN.PT!

É imperial vencer o FC Porto, adiando uma festa quase consumada – e que não interessa muito aos encarnados onde e quando aconteça, já que não é assunto dos mesmos desde Janeiro. Desde que não a façam na Luz… Tudo bem.

Há sensivelmente 13 anos, o cenário invertia-se. O primeiro SL Benfica de Jorge Jesus, o do rolo compressor de 2009-10, visitava o Dragão na penúltima jornada podendo ser campeão na cidade Invicta. Não era o FC Porto que estava à perna na tabela classificativa, antes o Braga de Domingos Paciência – como agora não é o SL Benfica, mas o Sporting quem espera tropeção dos dragões.

Dessa vez, Jesualdo Ferreira imputou aos seus pupilos responsabilidade suficiente para levar de vencido aquele SL Benfica por 3-1 e despachar os encarnados para Lisboa – que se queriam fazer festa, que a fizessem contra o Rio Ave na última jornada: como aconteceu. Que Nelson Veríssimo consiga ter o mesmo ascendente junto dos seus.

O treinador encarnado, sem baixas sem ser aquelas de longa data, como Lucas Veríssimo, pôde preparar o jogo à sua vontade. Grimaldo voltará, muito em princípio, a assumir a lateral esquerda – ele que não viajou para a Madeira por estar à bica do quinto amarelo – e Sandro Cruz, apesar de já completamente integrado nos trabalhos dos AAs, como Tiago Gouveia, deverá ir para o banco de suplentes. É a mais previsível das mudanças em relação ao onze da Madeira.

Do lado portista, as mesmas condições. Só os ausentes de longa data – Manafá e Bruno Costa – continuam nesse estatuto, com Sérgio Conceição a puder contar com o plantel das últimas semanas para preparar um momento importante para o clube, existindo a hipótese de repetir festejos em casa do maior rival.

O treinador português já deu o último passo dum título na Luz – naquele remate de Herrera em 2017-18 – mas teve de o confirmar mais à frente. Desta vez, pode mesmo festejar já em Lisboa – e pode até convocar o último sobrevivente dessa vitória (1-2) em 2010-11.

Varela, que está integrado nos trabalhos da equipa B, seria adição simbólica à convocatória – e controversa, num gesto que se revelaria muito provocatório para os da Luz, que também contam um sobrevivente no balneário, apesar de já não calçar chuteiras: Luisão.

As preparações fora do relvado – pouco polémicas para a comoção habitual de um Clássico decisivo – ficam marcadas pelas alegadas vendas de bilhetes de adeptos encarnados a… adeptos portistas, uma situação que levou a direção encarnada a intervir e a reformular as condições de acesso ao interior do estádio.

O árbitro será Luís Godinho, da AF Évora.

 

10 DADOS RÁPIDOS

 

  1. 116 confrontos na Luz entre Águias e Dragões: 62 vitórias para os da casa, 23 para os visitantes.
  2. Porém, nas últimas sete recepções ao FC Porto, o SL Benfica conta… uma vitória. O 1-0 de 18/19, autoria de Seferovic – e antes disso temos de recuar até ao 3-1 de André Gomes para encontrar outra vitória. Estávamos em 2014.
  3. Contas feitas desde 2000: 26 jogos, oito vitórias do SL Benfica em Clássicos jogados em sua casa. Menos uma que os portistas, que contam nove.
  4. E se Veríssimo ainda procura o primeiro triunfo frente aos Dragões (já perdeu duas vezes, a final da Taça 19-20 e o jogo da primeira volta desta época), Sérgio Conceição construiu nos últimos anos um registo relevante: não perde há oito jogos frente ao Benfica – a última derrota foi em 2019, no 1-2 de Bruno Lage – e conta apenas duas derrotas em 13 Clássicos pelo FC Porto. Estrondoso.
  5. FC Porto campeão na Luz? 1939/40 e 2010-11. Os azuis e brancos poderão conseguir pela terceira vez uma proeza que o Benfica apenas tentou (e falhou) por uma vez – 2009-10 – ao perder 3-1.
  6. Pelas estatísticas individuais, encontram-se os dois melhores conjuntos da Liga. Nos atiradores, há confronto entre o melhor (Darwin, 26 golos) e o perseguidor (Taremi, 20) – o iraniano, apesar de menos seis golos, conta mais contribuições para golo (33, Darwin conta 30 – novamente, os dois melhores da Liga).
  7. A mesma luta nos assistentes, apesar da ausência do líder – Rafa, que falhará mais um jogo mas que continua como líder dos passes para golo (16). Em segundo vem Fábio Vieira, com 13, que entrará em princípio como titular e ter assim uma excelente oportunidade de se aproximar do rival.
  8. E sim, já houve um Clássico arbitrado pelo mesmo senhor nomeado. Foi Luís Godinho que dirigiu o empate a uma bola do Dragão, em 2020-21.
  9. Registos semelhantes na estatística em relação a Luís Godinho: as águias venceram 14 de 17 jogos, perdendo apenas um – a derrota (3-2) em Braga de há um mês.
  10. Quanto aos dragões, venceram 13 de 18 jogos com o mesmo árbitro, perdendo apenas dois: um com o Moreirense (1-0) para a Taça da Lga 2016-17, o outro com… SC Braga, em Janeiro de 2020.

 

JOGADORES A TER EM CONTA

 

SL Benfica x FC Porto
Fonte: Sebastião Rôxo / Bola na Rede

Otamendi (SL Benfica) – Presente do outro lado nos festejos de 2011, será jogo ingrato para ele – qualquer minúsculo erro será exponenciado pela crítica.

O argentino tem essa noção e tentará, este sábado mais do que nunca, provar a sua integridade, assumindo as rédeas da equipa e galvanizando-a, exigindo a cada companheiro o mesmo compromisso e concentração inatacáveis que tem ostentado esta temporada.

 

SL Benfica x FC Porto
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Vitinha (FC Porto) – Num jogo onde interessa sobretudo pontuar, Vitinha será o dínamo que permitirá ao FC Porto jogar de forma confortável, gerindo a posse de forma segura para evitar transições fulminantes interpretadas por Darwin ou Everton.

Pedir-se-á a Vitinha que faça uso da sua qualidade técnica para guardar a bola o máximo tempo possível e servir de forma açucarada quem joga à sua frente.

 

XI´S PROVÁVEIS

 

SL Benfica: Vlachodimos; Gilberto, Otamendi, Vertonghen e Grimaldo; Weigl, Paulo Bernardo e Taarabt; Everton, Diogo Gonçalves e Darwin.

Treinador: Nélson Veríssimo

“Vamos tentar explorar os pontos mais frágeis do FC Porto e fazer o nosso jogo. Olhar para os nossos jogadores e potenciar a sua forma de jogar”.

 

FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Pepe, Mbemba e Zaidu; Pêpê, Vitinha, Uribe e Otávio; Fábio Vieira e Taremi

Treinador: Sérgio Conceição

“No jogo é sempre importante termos consistência defensiva, termos isso como base. Podemos fazer golos, mas isso não é garantia de ganhar. As características mais importantes são ser sólido, consistente, sem depender de um jogador”.

 

PREVISÃO RESULTADO: SL BENFICA 3-1 FC PORTO

Adepto da discussão futebolística pós-refeição e da cultura de esplanada, o Benfica como pano de fundo e a opinião de que o futebol é a arte suprema.

Adepto da discussão futebolística pós-refeição e da cultura de esplanada, o Benfica como pano de fundo e a opinião de que o futebol é a arte suprema.

FC PORTO vs CD TONDELA