spot_imgspot_img

    Tiago Dantas | Do Seixal para Munique sem ver a Luz

    Hoje vou contar-vos uma história. Era uma vez, no ano longínquo de 2004, um menino de apenas quatro anos chamado Tiago Dantas que chegou ao SL Benfica. O menino chegou, viu e começou imediatamente a vencer.

    Queimou etapas atrás de etapas, subiu escalões, venceu títulos; enfim, traçou um plano e focou-se nele até chegar ao seu objetivo. Mas, fizesse o que fizesse, ninguém lhe augurava um futuro promissor ao nível de topo europeu. “É muito baixinho”, diziam uns. “No futebol sénior não dura nem dois minutos”, diziam outros. A verdade é que o “pequeno” Tiago lá ia fazendo o seu trabalho e lutando pelo seu futuro como jogador profissional.

    Até que teve a sua oportunidade! O grande dia chegou e o pequeno rapaz teve a honra de envergar o manto sagrado em plena Catedral, substituindo ainda por cima uma lenda viva do futebol encarnado: falo de Jonas.

    Ser o jovem Tiago a entrar para o lugar de Jonas deu a entender que iria ter mais oportunidades na equipa principal encarnada, o que não aconteceu. Depois desse jogo, frente ao RSC Anderlecht, Tiago Dantas apenas voltou a entrar num jogo a contar para a Taça da Liga e jogou somente cinco minutos.

    Paira no ar a dúvida: então qual é o problema de Tiago Dantas? Não tem qualidade suficiente? Será que os críticos (os maus críticos, quero eu dizer) tinham razão? Será que é de facto demasiado franzino para jogar a nível sénior?

    Pois bem, Tiago Dantas não tem problema nenhum, tem mais que qualidade, e não, os críticos não tinham razão: Dantas é um jogador fantástico, que compensa a sua falta de robustez física com uma inteligência fora do comum. Num futebol cada vez mais tático e menos físico, Tiago Dantas tem tudo aquilo de que precisa para se tornar num grande jogador.

    Contudo, e depois de se dedicar ao Sport Lisboa e Benfica por 15 anos, o “pequeno” Dantas é transferido: empréstimo, esperemos que sem opção de compra, para um clube qualquer lá das “Alemanhas”, um tal de FC Bayern Munique.

    Portanto, Dantas não tem espaço numa liga portuguesa, nem que seja a ganhar experiência em jogos teoricamente mais fáceis, como taças, mas sai para um clube que é considerado um dos tubarões europeus e que joga na terceira melhor liga do mundo? Ainda que não vá para jogar pela equipa principal, é com eles que Tiago Dantas se treina, é com eles que Tiago vai aprender e evoluir cada vez mais.

    Até podia dizer que não entendo como é que isso aconteceu, mas o que não entendo verdadeiramente é como é que o SL Benfica deixou sair Dantas sem aproveitar todo o seu talento, uns dos melhores que já passou pelo Seixal. Tiago Dantas é um jogador com a marca “Made in Benfica”, talvez por isso se explique a falta de aposta no “miúdo”.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Christian Atsu encontrado com vida na Turquia

    Christian Atsu, ex-jogador do FC Porto, estava desaparecido nos...

    AS Roma quer internacional espanhol para lugar de Zaniolo

    A AS Roma, de José Mourinho, está atenta e...

    José Mota oficializado em clube da Segunda Liga

    Aos 58 anos de idade, José Mota volta ao...

    Ainda não foi desta, Portugal! | Qualificação Davis Cup 2023

    Portugal falhou o acesso à fase final da Davis...
    Bruno Rocha
    Bruno Rochahttp://www.bolanarede.pt
    Licenciado em Ciências da Comunicação, é no jornalismo desportivo que o Bruno encontra a sua razão de viver. A paixão pelo futebol foi-lhe incutida desde cedo, tendo até tido passagens pelas escolas de formação do Sport Lisboa e Benfica. O desporto sempre fez parte do seu quotidiano e agora, fora de campo, segue atentamente a atualidade desportiva, nacional e internacional.
    Bola na Rede