Com o aproximar do final da época, os rumores de transferências estão cada vez mais presentes no dia-a-dia da comunicação social e dos clubes. Dois dos jogadores mais associados, nos últimos dias, ao SL Benfica têm sido a parelha do FC Famalicão, Ugarte e Rúben Vinagre. Seriam estes dois jogadores boas opções para a equipa encarnada?

Comecemos por Ugarte. O médio uruguaio despontou cedo e rapidamente começou a despertar a atenção de scouts por todo o mundo. As suas exibições ao serviço dos uruguaios do CA Fénix, clube da sua formação, impressionavam qualquer apaixonado por futebol.

Anúncio Publicitário

Ugarte é um médio centro capaz de desempenhar as funções de número seis ou de número oito. O médio uruguaio tem uma qualidade de passe muito acima da média. É muito forte na primeira fase de construção e consegue executar com muita qualidade sob pressão, aproveitando-se muito da sua boa capacidade com ambos os pés. A sua boa visão de jogo permite-lhe encontrar sempre soluções. É forte a queimar linhas e tem também alguma chegada à área.

Ugarte tem sido apontado à Luz
Ugarte tanto desempenha a posição de “8” como de “6”
Fonte: Carlos Silva/ Bola na Rede

Defensivamente é um jogador que lê muito bem o jogo e consegue ocupar bem os espaços. É forte na antecipação e é um jogador muito intenso, e graças a isso vence muitos duelos. Tem espaço para melhorar defensivamente, sobretudo no que diz respeito ao um contra um e no timing dos desarmes. No entanto, devemos ressalvar que o camisola oito do Famalicão tem apenas 20 anos e uma margem de progressão enorme.

A transição para Portugal foi muito positiva, tendo rapidamente assumido protagonismo em Vila Nova de Famalicão. Ugarte encaixaria como uma luva nas ideias de Jorge Jesus. Um médio forte com a bola nos pés, mas forte defensivamente e com capacidade para aparecer em terrenos mais adiantados. Formaria um duplo pivot de excelência com Weigl. Com os valores exorbitantes que o SC Braga pede por Ali Al Musrati, Ugarte parece ser agora o alvo principal.

O caso de Rúben Vinagre seria diferente. O jovem da formação do Sporting CP está em Portugal por empréstimo do Wolverhampton WFC de Nuno Espírito Santo. Começou a época ao serviço do recém-coroado campeão grego Oympiacos FC, mas teve muito pouca utilização. Em Janeiro, seguiu para o FC Famalicão e tem-se destacado como um dos grandes valores da equipa.

Rúben Vinagre poderá ser o sucessor de Grimaldo
Rúben Vinagre poderá ser o sucessor de Grimaldo
Fonte: Carlos Silva/ Bola na Rede

Rúben Vinagre é um lateral esquerdo evoluído tecnicamente. É um jogador muito veloz e capaz de fazer toda a ala. Tem qualidade de passe, realizando sempre diversos passes importantes todas as partidas. Também tem qualidade no cruzamento.

Com a cada vez mais falada saída de Grimaldo, Vinagre poderia ser uma opção interessante. No entanto, são jogadores diferentes. Grimaldo é o chamado lateral invertido, procura muito o espaço interior e junta-se muitas vezes aos médios. Vinagre é um jogador mais vertical. O lateral português também não tem tanto golo como Grimaldo, que aparece muito em zona de finalização e bate de forma exímia as bolas paradas.

Pelo valor certo, qualquer uma destas contratações poderia ser uma grande mais valia para a equipa do SL Benfica.

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

1 COMENTÁRIO

  1. Dois bons jogadores com imensa margem de progressão, mas que poderiam desde já entrar na equipa do SLB.
    No Famalicão, mostrando o bom trabalho efetuado, há pelo menos mais dois jogadores bastante interessantes : Gustavo Assunção e Srđan Babić.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome