Anúncio Publicitário

Bruno Lage é um trienador que subiu da formação para a equipa principal. É um treinador que gosta de liderar os mais jovens, que já os trabalhou e que confia na sua qualidade. Bruno Lage é um treinador que não tem receio de arriscar, de apostar num jogador que tal justifique nos treinos. É um treinador que traz novas ideias, que traz um novo oxigénio ao balneário do Sport Lisboa e Benfica.
Em três meses, já podemos falar dos jovens Ferro, Florentino, Félix e Jota. Mas Lage traz-nos mais que a aposta no maravilhoso produto que há no Seixal. Samaris, Gabriel e até Taarabt. Isto para não falar de um verdeiro Haris Seferovic.

Bruno Lage merece a oportunidade de criar o seu plantel. De explorar as suas ideias. De testar, arriscar, apostar, gerir e determinar.

Anúncio Publicitário

Esta época está agora no seu pico, a cheirar a meta. Contudo, somos já obrigados a olhar para aquela que se segue, até porque já temos informações sobre viagens de pré-temporada que o SL Benfica irá fazer.
Sabemos que, no início de julho, os jogadores irão chegar a conta-gotas. Depois, teremos um final de julho com viagens e jogos pelos Estados Unidos – Califórnia, para defrontar o Chivas, New Jersey, para defrontar a Roma e Massachusetts, para defrontar o Milan. E, se por acaso o SL Benfica terminar esta época em 2º lugar, então irá começar a próxima no início de agosto.

Bruno Lage é um treinador que não tem receio de arriscar, de apostar num jogador que o justifique nos treinos.
Fonte: SL Benfica

Penso que Lage merecia outro tipo de pré-época. E sei que o melhor para a equipa é poder ser devidamente construída e preparada por um treinador como ele.

Idealizaria sempre um mês de julho repartido entre dois estágios. Primeiro no Seixal, para marcar o regresso ao trabalho, o treino físico, a integração de jogadores e a observação de todos aqueles que têm no SL Benfica o seu clube mãe. De seguida, um estágio em Inglaterra ou na Suíça, fechado em benfiquismo e recheado de amigáveis bem competitivos. Este já seria mais focado nos processos da equipa e na definição mais clara do plantel. Começar no Seixal com 50, arrancar o segundo estágio com 35 e voltar a Lisboa com 23/25.
Assim, o atual treinador do SL Benfica teria todo o tempo e para explorar aquilo que temos nos Júniores, nos Sub23, na B, emprestados, no atual plantel e ainda aqueles que o  mercado nos proporcionar.

Já sabemos que não será assim. Mas irá Bruno Lage ter as condições que merece para criar o seu Benfica?

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: SL Benfica

Anúncio Publicitário