Que gozo me dá poder estar a escrever sobre este miúdo! Afinal, se os rumores de Janeiro se tivessem concretizado nada disto estaria a acontecer, e teríamos perdido mais uma hipótese de ver uma promessa da casa, a pisar o relvado da Luz. E no que toca a Úmaro, acho que estamos todos ansiosos por esse momento.

Úmaro, ou “Di Maria Embaló”, como é apelidado, é sem dúvida um dos casos mais promissores da formação encarnada. O jovem de apenas 16 anos vai-se afirmando como uma estrela. Chega ao Benfica em 2015, e na primeira temporada marca 23 golos em 24 partidas. Coisa pouca. De tal forma, que nesse mesmo ano chegou mesmo a ser chamado ao escalão superior, onde registou dois golos em cinco jogos. O ano passado foi a confirmação do potencial deste miúdo, já que apontou 21 golos em 34 partidas.

Quem já o viu jogar sabe que Embaló é realmente um jogador que dá nas vistas. Canhoto, com uma velocidade acima da média, muito forte no um contra um, um desequilibrador puro, que têm muito golo nos pés, e muito futebol para a idade que tem. Tanto que apesar de ter idade de juvenil, joga nos juniores, e já foi falado para a equipa B. Um caso ímpar de entre os muito casos de sucesso que a formação tem dado.

Úmaro Embaló é uma das mais maiores promessas “made in Seixal”
Fonte: SL Benfica

Tanta qualidade despertou o interesse de tubarões como o Manchester United, Barcelona, Real Madrid, Inter de Milão e mais recentemente o RB Leipzig, e as propostas já ascenderam aos 15 milhões de euros.

Bem sabemos que estes valores são difíceis de rejeitar, principalmente por um jogador de tão tenra idade, mas estamos todos a fazer figas que o miúdo chegue à equipa principal. Não ter rumado a Leipzig, no último mercado de transferência, foi talvez a melhor notícia, no meio de tanta expectativa quanto a novos jogadores para a equipa principal.

Que assim seja durante mais uns anos, e que mostre toda a sua classe na equipa principal. Se for bem aproveitado, será um jogado de topo, com capacidade de calçar a bota em qualquer tubarão mundial. Mas por agora, que seja nosso!

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários

Artigo anteriorDel Potro soma e segue no deserto
Próximo artigoEstrelas da formação: Diogo Queirós
O Alexandro acredita piamente que se existe um Deus a melhor obra dele é, sem dúvida, o futebol. Saído de uma família benfiquista ferrenha, a escolha acabou por ser óbvia. Divide a paixão que têm pelos encarnados, com a paixão e o sonho de ver o Académico de Viseu de volta à primeira. A escrita é algo que sempre esteve presente no seu percurso, sendo que em todos os seus textos tenta incluir o humor que lhe é tão característico. Nascido e criado em Viseu, decidiu há 5 anos rumar a Lisboa para poder estar mais próximo da Luz, ou como os pais lhe chamam, estudar.                                                                                                                                                 O Francisco não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.