O SL Benfica continua a vencer e a convencer na pré-época. Na madrugada desta quinta-feira, os encarnados somaram mais uma vitória no segundo jogo da International Champions Cup frente à ACF Fiorentina por 2-1. Na Red Bull Arena em Harrison, Nova Jérsia, num jogo particularmente especial para Rui Costa, Seferovic (9’) e Caio Lucas (90+3’) marcaram os golos das águias, enquanto Vlahovic (29’) apontou o tento solitário dos violas.

Tudo correu bem do ponto de vista das dinâmicas de jogo, apesar de ser preciso sofrer até ao fim para vencer e somar mais três pontos na competição. A equipa entrou a pressionar alto e com intensidade atípica de pré-época, mas continuou a mostrar fragilidades defensivas, que permitiram aos italianos explorar espaço ofensivo e até chegar ao golo, que nasceu precisamente de um desentendimento no setor mais recuado do terreno.

Caio Lucas foi a grande figura, na medida em que entrou a 10 minutos do fim e resolveu o jogo que se preparava para ir a prolongamento. Mas não foi o único destaque a reter. A nova dupla Raul de Tomas/Seferovic voltou a estar sintonizada e a criar mossa no clube adversário. Desta vez, foi o espanhol que assistiu o suíço para o primeiro golo. Por outro lado, Chiquinho continuou a mostrar uma grande forma e cada vez mais se está a tornar um caso sério nas águias.

Caio Lucas estreou-se a marcar pelo Benfica num golo de grande qualidade
Fonte: SL Benfica

Entre os pontos fracos, Svilar não esteve bem entre os postes, ao facilitar por duas ocasiões no retomar da segunda parte, altura em que substituiu Zlobin. À medida que o mercado avança, é urgente contratar uma guarda-redes que, mesmo não sendo titular, possa ser um suplente que dê garantias. De momento, Svilar não tem esse perfil, pelo que deverá ser emprestado. Zlobin fez uma primeira parte competente e precisa de mais minutos para poder ser uma alternativa séria a Vlachodimos. Nesse aspeto, todos os dias surgem novos nomes para a baliza: Robin Olsen (Roma) e Simon Mignolet (Liverpool) são os mais recentes. Mas como nada está confirmado e não passam de rumores, não podemos contar de verdade com qualquer uma destas opções.

Acima de tudo, este foi mais um bom ensaio para a turma de Bruno Lage, que finaliza a passagem pelos Estados Unidos no próximo domingo com o último encontro na International Champions Cup frente ao AC Milan. Com duas vitórias, os encarnados somam seis pontos e estão no segundo posto, apenas atrás do Arsenal FC com sete.

Porém, o foco continua a ser o arranque da época na Supertaça frente ao Sporting CP, que se disputa no domingo, 4 de agosto, no Algarve. Com os últimos jogos de preparação, Bruno Lage tem mostrado mais certezas no que toca ao onze-tipo para 2019/2020. Raul de Tomas e Seferovic são a dupla de serviço no ataque e é provável que joguem frente ao Sporting. Na defesa, nada se altera. Se André Almeida continuar lesionado, Nuno Tavares assumirá o lugar de lateral-direito. No meio-campo, Samaris e Gabriel voltarão a fazer dupla, tal como Pizzi e Rafa Silva. Chiquinho, Caio Lucas e Florentino são fortes candidatos a entrar no decorrer da partida.

Com base nos últimos jogos e nas opções disponíveis, aqui fica a aposta para o primeiro onze oficial da época (frente ao Sporting):

Vlachodimos; Nuno Tavares, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo; Pizzi, Samaris, Gabriel e Rafa Silva; Seferovic e Raul de Tomas

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários