Campeonato de Portugal | Os principais candidatos a subir à Liga 3

    Numa competição como o Campeonato de Portugal, a imprevisibilidade é de tal forma enorme que, muitos dos sucessos e insucessos geralmente perspetivados ao início da época, acabam por nem sequer corresponder próximo daquilo que realmente se concretiza na reta final da temporada.

    A primeira fase já lá vai e a verdade é que se verificaram algumas surpresas. Contudo, o foco recai sobre as 12 equipas que vão lutar para subir à Liga 3 e que vão estar divididas em dois grupos com meia dúzia de clubes cada.

    Na Zona Norte estarão Länk FC Vilaverdense, CS Marítimo B, USC Paredes, AR São Martinho, SC Salgueiros e Leça FC. Já a Zona Sul vai contar com GD Fontinhas, Sertanense FC, CF “Os Belenenses”, CA Pêro Pinheiro, SC Olhanense e LGC Moncarapachense.

    As primeiras duas de cada grupo preenchem as quatro vagas em aberto para subir de divisão, sendo que os dois líderes defrontar-se-ão posteriormente numa final em campo neutro para atribuir o estatuto de “campeão” da competição.

    Neste artigo, às portas da fase de apuramento da prova, lançamos os quatro principais candidatos à subida, mas não descartamos outros clubes que possam dar o ar da sua graça e, assim, “atrapalhar” algumas das previsões. Venham daí essas decisões!

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Lazio de olho em irmão de Jude Bellingham

    A Lazio está interessada em Jobe Bellingham, irmão de...

    Gil Vicente garante craque do Tondela para 2024/25

    O Gil Vicente está muito perto de se reforçar...

    Gonzalo García pede mais um avançado para o Arouca

    O Arouca perdeu recentemente Rafa Mujica para o Al...
    Miguel Simões
    Miguel Simõeshttp://www.bolanarede.pt
    Já com uma licenciatura em Comunicação Social na bagagem, o Miguel é aluno do mestrado em Jornalismo e Comunicação, na Universidade de Coimbra. Apaixonado por futebol desde tenra idade, procura conciliar o melhor dos dois mundos: a escrita e o desporto.                                                                                                                                                 O Miguel escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.