A CRÓNICA: EMPATE EM PEVIDÉM COM SABOR A VITÓRIA PARA OS DOIS LADOS

Pevidém SC e AR São Martinho chegavam à última jornada com muito por lutar. Os da casa a precisar de pontuar para garantir o acesso à fase de subida à Segunda Liga e os forasteiros a querer confirmar o seu lugar na fase de ingresso à nova Liga 3. O Pevidém foi superior na primeira parte, mas adormeceu no segundo tempo. No final, o empate serviu os objetivos das duas formações. Longe de ser um candidato no início época, o Pevidém pode agora sonhar com os campeonatos profissionais.

A muita chuva que apareceu em cima do apito inicial não impediu que o jogo começasse com a intensidade que se esperava. Logo ao terceiro minuto os jogadores do Pevidém estiveram perto de levar com um balde de água gelada. Bola dividida à entrada da área e a bola sobra para Tiago Cruz que atira a “tirar tinta” ao poste da baliza de André Preto.

Numa altura em que o jogo parecia arrefecido, acaba por surgir o golo da equipa da casa. O passe Chico foi subestimado pela defesa do São Martinho, que pareceu confiar que a bola fosse chegar ao guarda-redes. Costinha não foi da mesma opinião e apareceu entre os centrais para se isolar e, com muita frieza, inaugurar o marcador.

Anúncio Publicitário

O Pevidém ganhou confiança com o golo e passou a ter o domínio do jogo. Aproveitando a criatividade dos homens do meio-campo, foi sempre rondando a área adversária, ainda que sem assustar o guardião Marçal. O primeiro tempo prosseguiu sem grandes oportunidades e acabou com uma vitória justa da formação do concelho de Guimarães.

A segunda parte começou com o segundo do Pevidém. O livre era a pelo menos 30 metros da baliza, mas a bola cruzada ao segundo poste encontrou a cabeça do central Emanuel. O São Martinho tentou responder, mas não teve muitos argumentos para contrariar a organização defensiva caseira. Perto da hora de jogo o terceiro esteve perto, mas Costinha não conseguiu finalizar após um passe magistral de Pedrinho.

Por volta dos 63 minutos, o árbitro Pedro Viveiros assinala uma grande penalidade a favorecer o São Martinho. André Preto ainda defendeu o remate de Tiago Cruz, mas nada pode fazer na recarga do número 9 dos visitantes. O Pevidém sentiu o golo e foi permitindo mais aproximações à sua baliza. Por isso, o golo do empate acabou por surgir com alguma naturalidade. Jogada bem construída pelo meio-campo do São Martinho a resultar num cruzamento pela esquerda na direção de Alberto Fernandes que cabeceou para o 2-2.

Após o empate o jogo entrou na sua fase mais desinteressante. O resultado servia às duas equipas e ninguém quis arriscar sair do Parque de Jogos Coelho Lima com uma derrota.

 

A FIGURA

Ataque do CD Pevidém – Se alguém duvidar da qualidade do futebol jogado no Campeonato de Portugal, está convidado a ver os homens da frente do Pevidém. Percebe-se porque vão disputar o acesso à Segunda Liga.

 

O FORA DE JOGO

Adormecimento caseiro depois do segundo golo – Se após o 2-0 parecia que o Pevidém ia sair do jogo como justo vencedor, o que veio depois contrariou essa lógica. A equipa adormeceu e permitiu o empate aos visitantes.

 

ANÁLISE TÁTICA – PEVIDÉM SC

O Pevidém apresentou-se em 4-3-3 tradicional, com os laterais poucos subidos e sem grande espaço para atacar. Na frente confiavam na criatividade dos extremos e no jogo de costas para a baliza do possante Vítor Hugo. A equipa da casa aproveitou muito bem o espaço entre linhas deixado pelo S. Martinho. Com 2-0 passaram a defender num 5-4-1, que rapidamente se dissipou com empate.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

André Preto (7)

Emanuel (6)

João André (6)

Tiago Vieira (5)

Chico (5)

Cunha (6)

Rúben (7)

Pedrinho (8)

Tiago Ronaldo (6)

Costinha (7)

Vítor Hugo (6)

SUBS UTILIZADOS

Moreira (5)

Totas (-)

Diogo Lopes (-)

Leandro (-)

 

 ANÁLISE TÁTICA – AR SÃO MARTINHO

O São Martinho, a jogar num 4-4-2, que por vezes se transformava em 4-5-1 no momento defensivo. A equipa visitante preocupou-se em povoar o meio-campo, mas a estratégia revelou-se pouco eficaz perante a versatilidade do Pevidém.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Marçal (6)

Rampa (6)

Tiago Valente (5)

Manuel Pedro (5)

Vasco Cruz (6)

Apolo (4)

João Carneiro (3)

Nuno Moreira (5)

Simão (5)

Vasco Costa (6)

Tiago Cruz (6)

 SUBS UTILIZADOS

Bruno Guimarães (6)

Alberto Fernandes (7)

Pedro Neto (-)

Diogo Nunes (-)

 

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Pevidém SC

Não foi possível colocar questões ao treinador do Pevidém SC, João Pedro Coelho.

 

AR São Martinho

Não foi possível colocar questões ao treinador da AR São Martinho, Agostinho Bento.