A CRÓNICA: ORIENTAL DRAGON FC APROVEITA UM REAL SC QUE CONTINUA A DESILUDIR

O Complexo Desportivo do Real SC recebeu o duelo entre Real SC e Oriental Dragon FC, num jogo do Grupo G do Campeonato de Portugal.  A equipa da casa, inicial candidata à subida, encontrava-se num desapontante 9º lugar. Já o Oriental Dragon FC estava na 8ª posição, com mais dois pontos que a equipa de Queluz. A chuva extrema e a temperatura baixa dificultaram muito a prática desportiva. O relvado estava bastante pesador.

O jogo começou com um ritmo frenético. O Real SC assumiu a iniciativa no jogo, mas o Oriental Dragon FC saía sempre com perigo no contra-ataque, sobretudo através da velocidade do extremo esquerdo Nico. Nos primeiros 10 minutos houve várias oportunidades para ambas as equipas. Na segunda metade do primeiro tempo, a equipa de Queluz teve uma fase de domínio quase total, mas não conseguiu finalizar. O Oriental Dragon FC teve a melhor oportunidade do jogo quando Erick Mendes disparou um grande remate à barra, aos 41 minutos.

Na segunda parte a toada manteve-se. A equipa de Queluz manteve a toada ofensiva, mas o Oriental Dragon FC ia assustando nas transições. Aos 56 minutos a equipa da Moita abriu o marcador. Nico conduziu, velocíssimo, no contra ataque e serviu Nii Plange que, com categoria, bateu Filipe Mendes. Um golo que surgiu contra a corrente do jogo. Vantagem para o Oriental Dragon FC.

Anúncio Publicitário

Ao sofrer o golo, a equipa de Luís Pinto caiu muito animicamente e perdeu o ímpeto que ia demonstrando. O Oriental Dragon FC foi conseguindo gerir a vantagem e até assumiu, pela primeira vez no encontro, a iniciativa.

Nos últimos minutos o Real SC ainda respondeu e obrigou a equipa da margem sul a recuar linhas nos últimos minutos. Ballack ainda cabeceou, aos 86 minutos, a rasar o poste, mas o real SC não conseguiu chegar ao golo.

Vitória que caba por ser justa num jogo disputado. Continua a travessia no deserto da equipa do Real SC

 

A FIGURA

Fonte: Oriental Dragon

Nii Pange – Bom jogo do experiente extremo do Burkina Faso. Até sentiu algumas dificuldades perante o relvado nos primeiros minutos, mas acabou por se soltar e fez uma grande partida, coroada pelo golo da vitória.

 

FORA DE JOGO 

Fonte: Real SC

Real SC – Continua a travessia do deserto para a equipa de Queluz. Um dos candidatos à subida, mas está claramente a desiludir. Hoje não foi diferente. Sempre muito inconsequente e com um sentimento de nervosismo difícil. Uma época para esquecer. Trabalho dificil para o novo treinador, Luís Pinto.

 

ANÁLISE TÁTICA – REAL SC

O Real SC hoje apostou num esquema tático novo. Luís Pinto alinhou a sua equipa num 5-2-3 em momento defensivo ou um 3-4-3 em momento ofensivo. Ibra Cassamá era o médio mais recuado e que participava na primeira fase de construção. Carlos David funcionava como o médio mais ofensivo, trocando regularmente de posição com João Lameira. Em momento de construção os laterais subiam e os extremos procuravam o espaço interior. O Real saia quase sempre em combinação, mas sempre atentos á profundidade. Com o golo do Oriental Dragon FC o Real SC mudou para um 4-3-3.

 

11 INICIAIS E PONTUAÇÕES

Filipe Medes (5)

Vítor Sanches (5)

Sandro Silva (7)

 Romário Carvalho (6)

Barbeiro (5)

 Rodrigo Moitas (6)

Iba Cassamá (7)

Carlos David (5)

 Rui Batalha (5)

João Lameiras (4)

Carlos David (5)

Diogo David (4)

SUBS UTILIZADOS

André Salvador (4)

Ballack (6)

Rodrigo Martins (4)

ANÁLISE TÁTICA – ORIENTAL DRAGON FC

O Oriental Dragon FC começou a partida montado num esquema de 4-2-3-1. Gonçalo Silva e João Guilherme funcionavam como um duplo pivot defensivo. Erick Mendes era a figura mais central e fixa do ataque. Nico à esquerda e Nii Plange davam largura e velocidade ao ataque da equipa da Moita. O Oriental Dragon apostou quase sempre nas transições rápidas e conseguiu causar perigo. A equipa de Luís Manuel perdeu, claramente, a batalha de meio campo.

 

11 INICIAIS E PONTUAÇÕES

Júnior (6)

João Guilherme (6)

Sandro Costa (6)

Martim Águas (7)

Nico (7)

 Adilson (5)

Erick (6)

Gonçalo Silva (5)

 Diogo Branco (6)

João Pinto (5)

Nii Plange (7)

SUBS UTILIZADOS

 Marlon (6)

Bruno Grou (-)

Laminé Bá (-)

Herman (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome