A CRÓNICA: RESILIÊNCIA DO TORREENSE ACABOU POR FALAR MAIS ALTO

A UD Leiria recebeu o Sport Clube União Torreense, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em partida a contar para a quarta jornada do grupo Sul, correspondente à fase de acesso à 2ª Liga. Uma vitória neste encontro era resultado obrigatório para ambas as equipas, de maneira a manterem vivas as esperanças de subida, quando faltam duas jornadas para o término do playoff.

Numa primeira parte morna, em que escassearam as oportunidades de golo, foi a equipa da casa quem entrou melhor na partida, assumindo desde o começo uma postura ofensiva. A primeira grande oportunidade do jogo foi mesmo dos anfitriões, à passagem do minuto 2’, mas Badara não conseguiu concretizar. O primeiro golo do jogo surgiria dez minutos mais tarde, por intermédio de Badara, que desta feita não vacilou, após a conversão de um pontapé de canto. O Torreense, por sua vez, tentou responder, mas não conseguiu criar perigo de maior junto da baliza dos leirienses.

No segundo tempo, o Torreense correu atrás do prejuízo, tentado criar oportunidades para marcar mas, à imagem do sucedido na primeira parte, sentiu dificuldades ao nível da construção e da transição ofensiva. Ainda assim, nos últimos vinte minutos da partida aumentaram a intensidade, chegando ao golo da igualdade à passagem do minuto 76’, por intermédio de David Rosa. Ambas as equipas ainda lutaram para desfazer o nó no marcador, mas marcador terminou mesmo empatado no final.

Anúncio Publicitário

Com este resultado, a UD Leiria ocupa a terceira posição do grupo da Zona Sul com quatro pontos, enquanto o Torreense se mantém na segunda posição, em igualdade pontual com o Estrela da Amadora, ainda que com um jogo a mais.

A FIGURA

Alioune Badara – O possante avançado senegalês da UD Leiria, que está a viver um excelente momento de forma, foi, a meu ver, a figura do encontro, ainda que tenha sido substituído nos primeiros minutos da segunda parte. Começando o encontro no onze inicial, mostrou serviço desde cedo, sendo o homem mais perigoso da formação da casa, tendo mesmo apontado o golo da sua equipa.

 

O FORA DE JOGO


Organização da UD Leiria – A formação da casa foi melhor que o adversário em quase toda a partida, mas nos últimos vinte minutos acabou por conceder o golo da igualdade, num período em que a equipa mostrou menos intensidade em comparação ao nível apresentado na restante partida.

ANÁLISE TÁTICA – UD LEIRIA

A União Desportiva de Leiria alinhou num sistema tático em 4-3-3. Renato Alexandre e Badará foram novidades no onze inicial, com este último a ser preponderante na partida, ao apontar o tento do Leiria. A formação da casa conseguiu superar-se em relação ao adversário, estando sempre mais dentro da partida, principalmente a nível ofensivo. Os leirienses desceram de rendimento nos vinte minutos finais da partida, acabando por sofrer o golo da igualdade dentro desse período.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Fábio Ferreira (6)

João Dias (c) (6)

Babanco (6)

Leandro Antunes (6)

Victor Massaia (7)

Kaká (6)

Andrézinho (6)

Renato Alexandre (7)

Diego Galo (6)

Perdigão (6)

Badará (8)

SUBS UTILIZADOS

Afonso Caetano (6)

João Paredes (6)

Tiago Castro (6)

Rui Gomes (-)

 

ANÁLISE TÁTICA – SCU TORREENSE

A formação orientada por Filipe Moreira começou por se posicionar em campo num dispositivo tático de 5-3-2, até ao momento do golo sofrido, em que alterou o seu sistema para 4-3-3, chegando mesmo a organizar-se num 3-4-3 no momento de transição ofensiva. O SCU Torreense sentiu algumas dificuldades no momento de construção, face à pressão exercida pelo adversário ao longo do encontro, tendo-se mostrado ao seu melhor nível apenas nos últimos vinte minutos, período no qual chegou mesmo à igualdade na partida.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Marcelo Valverde (6)

Traoré (6)

João Pereira (6)

Zezinho (6)

Ragner (6)

Ricardinho (6)

David Rosa (7)

Weliton (c) (6)

Torcantins (6)

Silas (6)

Ulisses (6)

SUBS UTILIZADOS

Filipe Andrade (6)

Ailson (6)

Gui (-)

Rodrigo Lima (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome