Anúncio Publicitário

Um líder a levar a cabo um passeio higiénico, mantendo o distanciamento social para os adversários; três novos intrusos numa frenética luta pela subida; uma salganhada total na batalha pela manutenção. Eis a Segunda Liga portuguesa a seis jornadas do fim do campeonato.

Começando pelo topo. O GD Estoril Praia está a passear na Segunda Liga. Joga um futebol que encanta, sofre menos e marca mais golos do que todos os adversários. Com uma diferença pontual significativa, dificilmente a turma estorilista não marcará presença na próxima edição da Primeira Liga. Destacar ainda que, apesar de toda a equipa ter enorme qualidade, Miguel Crespo tem sido um dos craques que mais tem impressionado.

Anúncio Publicitário

Vamos descer já para a parte inferior da tabela, onde encontramos uma confusão total. Entre o ultimo classificado, o FC Porto B, e o 12º, o SC Covilhã, distam apenas seis pontos. Até ao fim, vai ser uma incerteza total quanto a quem poderá descer de divisão. A necessidade de pontos tem incitado muitas das equipas que lutam pela manutenção a provocarem surpresas no campeonato, e é isso que se espera até ao fim da época. Para seguir atentamente.

Antes de analisarmos a luta pela subida, vamos a umas menções honrosas. Leixões SC e SL Benfica B iniciaram o campeonato menos bem, mas com mudanças de treinador conseguiram alcançar uma grande tranquilidade. Talvez não passem por aí os objetivos das duas equipas, principalmente do Leixões, contudo assinala-se a melhoria. Já o CD Mafra começou a época em grande forma e acaba numa posição, apesar de tranquila também, algo aquém daquilo que se previu inicialmente. Importa destacar ainda o Casa Pia AC, que alcançou uma posição muito confortável na tabela, algo surpreendente tendo em conta a época passada.

Chegamos à luta pela subida. Ao longo de todo o campeonato, CD Feirense e Académica OAF lutaram titanicamente pela subida de divisão. Contudo, sucessivos deslizes dos dois emblemas levaram à chegada de três novas equipas a esta incrível luta pelo acesso à Primeira Liga: o GD Chaves, que tem vindo a alcançar bons resultados com o novo treinador Vítor Campelos, e os recém-promovidos FC Vizela e FC Arouca, que têm levado a cabo duas campanhas brilhantes na prova. Entre o sexto e o segundo classificados distam apenas 2 pontos, o que faz com que esta luta pelo acesso à Primeira Liga vá ser uma luta de gladiadores bastante interessante de acompanhar até final.

Anúncio Publicitário