Anúncio Publicitário

No passado dia 6 de junho, assistimos à derrota do Rio Ave FC contra o FC Paços de Ferreira (2-3) em casa da equipa de Carlos Carvalhal. De início, a equipa da casa teve algumas pequenas alterações no que diz respeito ao 11 inicial, com a Dupla Ali e o capitão Tarantini de regresso aos relvados. Houve empolgação até ao final do jogo, com os vila condenses atrás do resultado, pelo menos do empate. A ideia de jogo de Carlos Carvalhal esteve sempre dentro de campo: criar espaço, bola entre as linhas de modo a enfrentar a baliza e acelerar para atacar ao golo.

No entanto, neste jogo a defesa virou pó perante os avançados do FC Paços de Ferreira. Faltou peças cruciais, tais como organização, gerir ritmo de jogo (um alto e baixo demasiado frequente), conter a bola e, essencialmente, cobertura a nível defensivo. Foram erros atípicos que custaram o jogo ao Rio Ave FC, a qualidade estava dentro, mas há erros que não podem acontecer.

Anúncio Publicitário

O que esperar do Rio Ave FC?

Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

O Rio Ave FC é uma equipa que tem qualidade para integrar o Top 5 da Liga Portuguesa. O scouting tem sido um elemento chave no que diz respeito ao plantel do clube, conseguindo arranjar alternativas adequadas e manter o bom nível de desempenho. A aposta de Carlos Carvalhal em Al Musrati e Tarantini devia ser algo contínuo. De um lado apresenta Tarantini, o grande líder dentro das quatro linhas e com uma leitura de jogo acima de qualquer outro, devido aos anos de experiência. Do outro, Al Musrati que se encontrou na época de 2019/2020 e é uma das melhores apostas por parte do treinador português. A isto, salvaguardo a exibição no jogo em Vila do Conde que mereceu toda a atenção, desequilibra com passes curtos e contou com várias recuperações seguidas de tomadas de boas decisões que valeram à equipa da casa – a probabilidade de ficar na equipa atual é bastante elevada e seria uma boa aposta para a equipa na próxima época (dado a eficácia na época decorrente).

A equipa de Vila de Conde deve continuar a apostar em todos os elementos que lá se encontram até ao momento, devido ao facto de, até ao momento, o Rio Ave FC apresentar-se como um dos mais difíceis terrenos a enfrentar e também não é algo desejoso enquanto equipa visitante. Com a integração do plantel a 100% nesta nova fase do Campeonato Português, de certeza que os resultados irão começar a surgir de forma natural e beneficiária para o clube rioavista.

 

Artigo revisto por Joana Mendes

 

Anúncio Publicitário