Anterior1 de 4Próximo

Tarde cinzenta em Coimbra. Na receção ao líder SC Farense, a Académica OAF voltou a vacilar em casa e perdeu por 1-2, com direito a reviravolta por parte do conjunto algarvio. A contestação subiu de tom e, perante as circunstâncias atuais, os adeptos da casa recorreram a lenços brancos para mostrar o seu desagrado com o rendimento da equipa.

Os primeiros 25 minutos foram marcados por alguma monotonia de parte a parte e com apenas uma verdadeira ocasião de logo. Ainda nem um minuto estava decorrido e Derik Lacerda já tinha conseguido aparecer na cara de Hugo Marques, atirando à figura.

Foi preciso esperar pela meia hora de jogo para o jogo começar a animar, onde a boa pressão ofensiva da formação caseira resultaria em…golo. Derik Lacerda pressionou, João Mendes recuperou e tratou de inaugurar o marcador, com um remate dentro da área.

O conjunto algarvio correu atrás do prejuízo e, depois de Furlan ter testado Mika num livre direto, os pupilos de Sérgio Vieira conquistaram uma grande penalidade – exemplarmente convertida por Fabrício Simões – e restabeleceram a igualdade. O jogo, esse, encaminhar-se-ia para o intervalo, com a equipa de arbitragem – após algumas decisões duvidosas no primeiro tempo – a sair para os balneários debaixo de um enorme coro de assobios.

Festejos da equipa algarvia após a grande penalidade convertida
Fonte: SC Farense

O início do segundo tempo trouxe uma Académica mais acutilante nos seus processos ofensivos, tendo criado perigo junto da baliza adversária por intermédio de João Mendes e Ki. Em sentido inverso, o Farense atravessou mais de metade da segunda parte sem conseguir criar um único lance de golo, obrigando Sérgio Vieira a mexer no setor intermédio.

Leandro e João Mendes ainda assustaram a baliza de Hugo Marques, mas seria o conjunto de Faro a chegar ao golo da reviravolta numa das poucas vezes que conseguiu causar perigo a Mika. A cinco minutos do final, Fabrício Isidoro aproveitou uma bola perdida à entrada da área e rematou de forma eficaz para o segundo golo da sua equipa.

A formação liderada por César Peixoto ainda tentou reagir, mas sem sucesso, tendo somado a quinta derrota no campeonato – a terceira em casa. O conjunto de Sérgio Vieira continua na liderança com 24 pontos, ao passo que a Académica é 14º, com 9 pontos, algo que motivou a contestação por parte dos adeptos com lenços brancos no final do encontro.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Académica OAF: Mika, Mauro Cerqueira, Zé Castro, Silvério, Mike, Ki (Cherif, 76’), Leandro, Ricardo Dias, João Mendes, Lacerda (Djousse, 70’) e Chaby (Osei, 18’).

SC Farense: Hugo Marques, Furlan, Cássio, Luís Rocha, Matheus Silva, Fábio Nunes (Alvarinho, 72’), Filipe Melo (Bura, 52’), Fabrício Isidoro, Mayambela (Irobiso, 66’), Ryan Gauld e Fabrício Simões.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários