O ano mudou, mas a data no calendário não foi a única coisa que se alterou nos últimos tempos para os lados do Porto. O Boavista FC tem um novo presidente: Vítor Murta, advogado de 43 anos, que já ajudou o Boavista em tribunal e também já estava inserido na sua estrutura desde 2013, ano em que passou a ser o braço direito de João Loureiro – antigo líder do Boavista FC.

O atual presidente do Boavista falou aos sócios logo após a tomada de posse, com um discurso pessoal, sentido e, na minha opinião, muito inteligente. Como qualquer líder o deve fazer, Vítor Murta começou por focar o seu discurso nos adeptos e na família boavisteira. Depois da descida de divisão, o Boavista perdeu muitos dos seus apoiantes e é isso mesmo que o presidente quer recuperar. Por palavras do próprio, “queremos recuperar o Boavistão”.

Depois do período negro dos axadrezados, o Boavista está estabilizado no primeiro escalão de Futebol Nacional e cumpre agora a quinta temporada consecutiva no mesmo. E agora pergunto eu: depois de ter a casa arrumada e estável, está na hora de pensar um pouco mais alto? Eu acho que sim, e dá-me ideia que os objetivos para o mandato de Vítor Murta passam muito por aí: unir a massa associativa e atingir objetivos mais altos.

Vítor Murta tomou posse dia 29 de dezembro de 2018
Fonte: Boavista FC

O Boavista é uma das pouquíssimas exceções à regra, e os seus adeptos podem orgulhar-se de dizer que já foram campeões nacionais. Hoje em dia, essa é uma realidade muito mais difícil de alcançar do que aquilo que era na altura, quer pela diferença ainda maior de recursos, quer pela forma ridiculamente formatada como este campeonato está montado: com foco primordial nos três grandes. Mas acredito que é possível o Boavista sonhar com lugares mais cimeiros do que o oitavo lugar da época passada, por exemplo.

Do pouquíssimo que vimos de Vítor Murta enquanto presidente, ou seja, apenas declarações, conseguimos perceber que o objetivo primordial é elevar o nome do Boavista e trazer os adeptos de volta ao estádio e à vida do clube. Parece-me um homem de pulso firme e ambicioso, caraterísticas essenciais num presidente que quer levar o seu clube mais além. E é por isso mesmo que vejo esta mudança com bons olhos e acredito que pode vir a ser muito benéfica para as panteras. Resta-nos esperar para ver…

 

Foto de Capa: Bola na Rede

Comentários