Cabeçalho Futebol Nacional

Longe vão os tempos em que se pensava que a segunda liga era disputada por equipas sem qualidade, sem intérpretes que respeitassem o jogo, sem futebol bonito, sem espetáculo.

Nos últimos anos, exceção feita à última época, tem-se lutado pela subida na segunda liga até ao final do campeonato, muitas vezes até ao último apito do árbitro, vide o exemplo do Tondela, que subiu com um golo marcado, de livre, nos descontos.  A II Liga não é fácil. A II Liga portuguesa nos últimos anos tem-se tornado cada vez mais competitiva, exemplo disso é a atual temporada, onde há cinco ou seis candidatos claros à subida.

O Arouca, equipa que na temporada passada lutava para participar na Liga Europa é, provavelmente, o candidato mais sério à subida de divisão. A verdade é que, apesar do favoritismo da equipa de Jorge Costa, o início de temporada não tem sido condizente com a qualidade que o plantel da equipa canarinha apresenta. São muitos os jogadores de Primeira Liga que fazem parte do plantel do Arouca mas muitos são também aqueles que não têm conseguido explanar o seu melhor futebol. O espaço competitivo é diferente, o futebol é diferente e as equipas são também diferentes, uma vez que a maioria das equipas sonha com a subida.

Outro dos candidatos, como não podia deixar de ser, é o Nacional. A equipa alvinegra, agora treinada por Costinha, é uma das equipas com maior tradição no campeonato português, mas esta época terá de suar para conseguir alcançar a subida. O percurso da equipa de Costinha no campeonato tem sido interessante, com a equipa a ocupar um terceiro lugar muito próximo dos dois primeiros. Apesar disso, a equipa insular já se despediu da Taça da Liga frente ao Cova da Piedade. Tal como o Arouca, também há muitos jogadores com qualidade de primeira liga a fazer parte do plantel da equipa madeirense.

A Académica, outro dos históricos do futebol português, soma já a sua segunda participação consecutiva na segunda liga. A equipa da Briosa não tem conseguido conquistar muitos pontos neste início de campeonato. Ivo Vieira, técnico que teve um papel preponderante na subida de divisão do D. Aves foi o escolhido para o projeto da subida da equipa de Coimbra, mas tem tido algumas dificuldades em alcançar os melhores resultados. A equipa de Coimbra esta temporada optou por um projeto diferente. O plantel da briosa mistura juventude e experiência. Mesmo assim, são muitos os jogadores de qualidade na equipa de Coimbra.

O União da Madeira, outra equipa que estava na Primeira Liga há dois anos, é também um dos candidatos à subida.  A equipa madeirense na época passada acabou a época em 3.º lugar, embora ainda distante pontualmente dos dois primeiros classificados. Se bem que a equipa foi prejudicada pela quantidade de treinadores que passou pelo clube.

Comentários