Anterior1 de 3Próximo

A jornada 21 do Campeonato de Portugal reservou a visita do líder FC Vizela ao reduto da AD Limianos, em lugar de despromoção. Seria, por isso, previsível uma luta acesa pelos pontos; de um lado para seguir líder, do outro para escapar à descida de escalão.

Previsível seria também o domínio dos visitados, não só pela posição que ocupam e diferença na tabela, mas também pela vitória folgada na primeira volta (4-0). Foi logo no primeiro lance da partida, ainda dentro do primeiro minuto, que os vizelenses deram sinais daquilo que queriam. Leandro Souza cabeceou ligeiramente por cima depois do cruzamento de Igor pela esquerda.

No entanto, e apesar do claro domínio, as oportunidades do FC Vizela na primeira parte resumiram-se a um único lance. Com mais bola, circulação rápida e precisa, mas pouca chegada à área contrária e quase nenhum remate. Do outro lado, a AD Limianos defendeu de forma exemplar e tentou a todo o custo proteger a baliza de Bean, sem nunca deixar de sair para o ataque e tentar o golo. Foi assim aos 17 minutos quando Mailó, em missão defensiva, cortou um lance aéreo, Wanderley recuperou a posse e entregou a Samate que correu até à área contrária e virou o jogo. Do outro lado, Iano recebeu e encarou a baliza, rematando de pé esquerdo à barra. Foi o lance de maior perigo que os da casa tiveram em toda a partida.

Três minutos depois, Zé Pimenta emendou ao primeiro poste um livre de Rui Magalhães, mas Cajó estava atento. Até ao intervalo não se registou mais nenhum lance de perigo e surpreendia o facto dos da casa, além de travar o líder, conseguirem alvejar por mais vezes a baliza contrária. O FC Vizela tomava conta da bola, impunha o ritmo do jogo mas faltava criatividade e remate ao alvo.

O FC Vizela não caminha sozinho e paras lá das quatro linhas teve um enorme e barulhento apoio, mesmo fora de portas
Fonte: Diogo Gonçalves/Bola na Rede

A segunda parte trouxe um FC Vizela igualmente dominador, mas mais rematador. Logo aos 49 minutos, Leandro Souza apareceu isolado na cara de Bean, mas o guarda-redes limiano deu início a uma tarde de espetáculo. Aos pés do avançado brasileiro, o jovem guardião português negou o golo. Aos 56 minutos, na sequência de um canto, João Farcia cabeceia sem oposição para nova intervenção de Bean. No canto consequente, Tarcisio cabeceia a rasar a barra.

Na passagem da hora de jogo, Igor cruzou largo para um remate de primeira ao segundo poste e nova defesa de Bean, a melhor da tarde. Finalmente, o domínio visitante traduzia-se em oportunidades, mas nada parecia transpor o guarda-redes limiano. Ainda antes do final da partida, numa altura em que o jogo estava perdido entre faltas e faltinhas, o recém-entrado Alvinho tabelou com Rui Magalhães e cruzou rasteiro para o coração da área, onde apareceu Tarcisio a evitar males maiores.

O resultado acaba por premiar a prestação defensiva dos da casa e uma exibição brilhante de Bean. Já os visitantes apenas se podem queixar de si próprios, já que deram uma parte de avanço e até levaram com uma bola no ferro. A frente da série A fica, assim, mais dividida e o ponto arrecadado é bastante precioso para a turma de Ponte de Lima.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

AD Limianos: Bean; Nandinho, Touré, Cláudio Borges e Vítor Sousa; Zé Pimenta, Wanderley (Micka, 70’) e Rui Magalhães; Iano (Alvinho, 80’), Samate e Mailó (Albertine, 76’).

FC Vizela: Cajó; Igor, Aidara, João Farcia e Viegas; Leandro Borges (Vitinho, 69’), Maks (Correia, 81’), Tarcisio e Zé Valente; Leandro Souza e Fall (Panin, 60’).

Anterior1 de 3Próximo

Comentários