Cabeçalho Futebol Nacional

Com a evolução do futebol atual e da capacidade de prospeção e observação por parte do scouting dos mais variados clubes, a qualidade do campeonato português tem tido um enorme crescente, beneficiando em muito equipas que, outrora, dada a falta de condições, não conseguiam reforçar a sua equipa de modo a surpreender não só em contexto nacional como também nas competições europeias.

Se com esta evolução se consegue ir buscar jogadores de grande qualidade a divisões secundárias do Brasil, como David Luiz, ou a divisões secundárias do Japão, como é o caso de Hulk ou até de divisões secundárias em Portugal, como o caso de Diogo Salomão, a verdade é que nem todos os jogadores, por muita qualidade que lhes seja reconhecida, conseguem singrar nos melhores clubes, dado o vasto leque de concorrência que enfrentam e tornam-se por isso “flops”. O meu texto sobre hoje será assim sobre Moussa Marega.

Marega veio do Campeonato Nacional Francês onde, após assinar pelo Espérance de Tunis, uma equipa que milita no futebol tunisiano, ingressa, nessa mesma época, no Marítimo. Após uma época com 15 golos em 34 partidas disputadas, o seu faro de golo não passa despercebido ao Sporting e Porto o que leva a que a equipa do Douro contrate o internacional maliano por um valor a rondar os 4 milhões de euros.

Como nem todos os “achados” da Primeira Liga podem singrar nos grandes clubes, ou porque não estão preparados, ou porque não têm a qualidade necessária, ou até porque o estilo de jogo não se adapta às necessidades do clube, Marega não singrou nos Dragões, numa altura de escassez de recursos técnicos e num sistema que não tinha dado resultado e que, pior ainda, não tinha recursos necessários para ser alterado. A partir daqui, Marega foi alvo de chacota imerecida a nível nacional sendo até acusado por muitos como “O maior flop que o Futebol Clube do Porto alguma vez tivera”.

Anúncio Publicitário
Marega é o melhor marcador do campeonato até ao momento Fonte: Vitória Sport Clube
Marega é o melhor marcador do campeonato até ao momento
Fonte: Vitória Sport Clube

O problema de Marega pode estar na falta de qualidade para representar um clube de grande dimensão pelo Mundo fora, como é o caso do Futebol Clube do Porto. Mais que isso, o Futebol Clube do Porto é a única equipa dos três grandes que joga em posse, com extremos criativos e que são normalmente dotados de grande técnica e de grande capacidade de descortinar defesas com o seu forte drible um para um.