Anterior1 de 3Próximo

O Rio Ave FC foi a primeira equipa portuguesa a arrancar com os trabalhos de pré-temporada, da época 2018/2019. Enquanto que o mundo do futebol ainda está todo de olhos postos no Mundial e na nossa Seleção Nacional, em Vila do Conde já se trabalha no duro. A equipa vila-condense irá disputar a segunda eliminatória da Liga Europa, depois da falha da inscrição da equipa do Desportivo das Aves, já no dia 26 de Julho.

Depois de ter sido uma das equipas sensação da última temporada, ao comando do treinador Miguel Cardoso, o Rio Ave FC reforçou o seu estatuto europeu e espera-se agora que consiga repetir a faceta de 2014, quando conseguiu chegar à fase de grupos da Liga Europa. O caminho é longo e será preciso ultrapassar três eliminatórias até lá.

As coisas não arrancam de feição para a turma vila-condense, diria eu. A mudança no comando técnico, após a saída de Miguel Cardoso para o FC Nantes, irá desde logo provocar uma mudança no sistema de jogo e na dinâmica da equipa. A versão Rio Ave FC 2018/2019 é, para já, uma completa incógnita e isto não pode ser bom. Num projeto como o Rio Ave, envolvido num contexto difícil em que os três grandes recolhem a grande fatia financeira de Portugal, a estabilidade e a consistência são extremamente importantes.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários