Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol Nacional

Encontra-se na fase final o mercado de inverno. Não havendo grandes surpresas no que toca a contratações, dois dos grandes clubes do nosso campeonato não perderam a oportunidade para retocar os seus planteis e aumentarem a sua competitividade para o que falta disputar na presente época. Apenas o Benfica não regista até ao momento qualquer aquisição, o que se justificará pelo facto de a equipa lisboeta estar apenas na disputa do campeonato nacional e já ter sido eliminado das restantes competições.

Envolvidos em todas as competições que estão por disputar, Futebol Clube do Porto e o Sporting aproveitaram algumas oportunidades de mercado para se reforçarem, sendo que os portuenses, em contenção devido ao fair-play financeiro, apenas despenderam dinheiro numa das quatro operações efectuadas. Osório, defesa central contratado ao Tondela, terá custado uma verba que ronda os 2 milhões de euros. O reforço venezuelano terá pouco espaço no presente para acumular tempo de jogo, no entanto é visto como uma aposta de futuro, numa posição em que duas das três opções para a referida posição terminam contrato com o clube no final da época e não se sabe ainda se avançarão para a renovação.

Gonçalo Paciência regressa à casa mãe Fonte: Facebook Oficial de Gonçalo Paciência
Gonçalo Paciência regressa à casa mãe
Fonte: Facebook Oficial de Gonçalo Paciência

Para o meio campo, os azuis reforçaram-se por empréstimo com Paulinho, ex Portimonense, que poderá ser uma opção muito importante no plantel. Podendo jogar tanto na zona central do meio campo como descaído numa ala, o brasileiro que se tem mostrado em grande plano poderá ter um papel importante nesta fase em que o calendário portista se irá adensar. Caso a resposta seja positiva, o Porto poderá avançar para a sua compra no final da época. Para o ataque, e igualmente por empréstimo chegou Waris, proveniente do Lorient. O avançado veio assim complementar o leque de avançados à disposição de Conceição e tem já sido opção nos primeiros jogos após ter chegado ao Dragão.

Para a mesma posição, chegou Gonçalo Paciência, desta vez o regresso de um jogador formado na casa, que se encontrava emprestado ao Vitória de Setúbal. Após uma primeira metade de época bastante positiva, Gonçalo regressa com o sonho de se afirmar no seu clube do coração e tem todas as possibilidades de o fazer. Forte fisicamente e com excelente capacidade técnica, tem todas as condições para, desde já, ser a primeira opção como substituto de Aboubakar.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários