Anterior1 de 4Próximo

 

Rio Ave FC e CD Desportivo das Aves encontraram-se no Estádio dos Arcos em jogo a contar para a terceira jornada do campeonato nacional. O Rio Ave, que vinha de uma derrota frente ao Famalicão, procura somar, no primeiro jogo da época em sua casa, os primeiros três pontos na classificação. Do lado do Aves, os adeptos deslocaram-se em peso a Vila do Conde depois da equipa, na jornada passada, ter vencido o Marítimo por três bolas a uma. No final dos 90 minutos, o Rio Ave saiu por cima e carimbou o primeiro triunfo da temporada no campeonato.

Depois de um início de jogo repartido entre os dois conjuntos, Mehdi Taremi fez o gosto ao pé aos dez minutos. O iraniano, após uma combinação com Diego Lopes, picou a bola por cima de Bernardeau e fez o primeiro da partida.

O Rio Ave estava por cima na partida depois do golo e, ao quarto de hora do jogo podia ter ampliado a vantagem no marcador. Tarantini, já sem Bernardeau na baliza, atirou para um corte providencial de Mehremic em cima da linha de golo. Cinco minutos depois foi a vez de Nuno Santos tentar a sua sorte,mas a bola passou ligeiramente ao lado do poste direito.

A confirmar o bom momento na partida, Taremi ampliou a vantagem dos vila-condenses à passagem dos 22 minutos. O iraniano tirou Dzwigala da frente e finalizou com categoria para o segundo da conta pessoal. Aos 27’, o inevitável Mehdi apareceu no coração da área do Aves e por pouco não aumentou o resultado para os homens da casa.

Taremi não se conformava com o resultado e foi protagonista de uma determinada arrancada pela esquerda, ofereceu a bola a Bruno Moreira e o ponta de lança, na pequena área, não conseguiu finalizar.

Fábio Veríssimo apitou para o intervalo e, no Estádio dos Arcos, a sensação era que que o resultado poderia estar muito mais dilatado. Destaque claro para Mehdi Taremi que ofereceu muito mais à partida do que os dois golos que marcou.

Mehdi Taremi mostrou-se aos adeptos com uma exibição de gala
Fonte: Twitter Futebol Portugal

Os jogadores voltaram dos balneários e Taremi parece não ter perdido o fulgor. Aos 52’, voltou a vencer no um para um com Bernardeau e fez o terceiro da conta pessoal e do Rio Ave na partida.

O Rio Ave entrou com o pedal a fundo e, três minutos depois,Nuno Santos fez o quarto da partida. Numa jogada idêntica à do golo anterior, o extremo português bateu o guarda-redes do Aves e dilatou a vantagem.

À passagem dos 60 minutos, os desacatos na bancada entre adeptos das duas equipas motivaram a uma paragem no jogo. De destacar a atitude de Tarantini que, como capitão, foi junto à linha lateral apelar aos seus adeptos para que terminassem o conflito.

O jogo retomou e o Rio Ave continuou por cima na partida. Aos 73’ os adeptos da casa pediram grande penalidade por falta de Bernardeau sobre Taremi. O árbitro, com recurso ao VAR, assinalou a mesma, que Filipe Augusto converteu no quinto golo dos vila-condenses na partida.

O Aves ainda respondeu por Enzo Zidane, aos 77’, marcando o golo de honra do conjunto orientado por Augusto Inácio, mas não havia nada a fazer para mudar o rumo da partida.

O Rio Ave poderia ter castigado ainda mais o Aves, não fosse uma atenta intervenção de Bernardeau a negar o sexto a Nuno Santos e outra do guardião em resposta a uma cabeçada de Ronan.

A partida terminou com 5-1 no marcador a favor da equipa da casa, no que foi uma exibição de grande qualidade do Rio Ave, com destaque óbvio para Mehdi Taremi, que assinou três golos e ainda sofreu uma grande penalidade que originou o quinto golo.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Rio Ave FC: Kieszek;M.Reis,Santos( 76’ Junio Rocha),Borevkovic,Nélson Monte; Felipe Augusto, Tarantini; Mehdi( 76’ Ronan), Diego Lopes, Nuno Santos; Bruno Moreira(67’ Mané)

CD Aves: Bernardeau;Mato Milos, Mehremic, Dzwigala,Afonso F.;Welinton,Ruben Oliveira, Falcão, Macedo(43’ Miguel Tavares); Kahraba( 43’ Zidane), Mohammadi

Anterior1 de 4Próximo

Comentários