O regresso da Taça de Portugal trouxe consigo as mais humildes das equipas até às mais extravagantes. Sendo que, temos equipas a participar desde clubes que representam os Campeonatos Distritais até aos da Primeira Liga Portuguesa. Desde a passada sexta-feira, dia 22 de novembro – para ser exata-, que temos assistido a jogos curiosos.

No primeiro dia da competição, uma clara vitória do CD Santa Clara por quatro golos a um à equipa desanimada da Segunda Liga Portuguesa do Leixões SC. O último jogo do dia, foi uma não tão chocante vitória do Varzim SC contra a equipa GS de Loures – atuante no Campeonato de Portugal -, que perdeu com um golo de diferença.

As maiores surpresas deram-se no segundo dia da eliminatória, o negro sábado diriam muitos. Começando por jogos mais leves, ou seja, que não chocaram tanto quanto os que eu já irei referir. Supreendentemente, o Sertanense FC recebeu o SC Farense para um “momento especial” – como descreveu o central, Diogo Marques, da equipa do distrito de Castelo Branco – e venceu, após uma longa partida com direito a prolongamento com apenas 8 jogadores por parte da equipa da casa. Uma hora mais tarde, deu-se a brecha de outra equipa da Primeira Liga Portuguesa: O CD Feirense é eliminado na casa do Académico de Viseu com um golo aos 72′.

Por volta do mesmo horário, no entanto em Espinho, o SC Espinho achava a vitória já certa. Eis que a revolta acontece e o FC Arouca consegue empatar a partida com dois golos. O resultado ficou ditado após prolongamento e com o golo de Diogo Valente aos 113′ perante um Arouca reduzido a 9 jogadores. A vitória do FC Famalicão torna-se algo “normal” durante a tarde de sábado. A equipa de Vila Nova de Famalicão recebeu a OAF Académica e o resultado ficou resumido com o golo de Toni Martinez aos 45′.

Anúncio Publicitário

Por volta das 18:30, duas equipas minhotas encontraram-se para decidir qual iria suceder à próxima fase da Taça de Portugal, um jogo pragmático e inteligente de SC Braga que levou a melhor frente ao Gil Vicente, devido ao golo aos 8′ de Ricardo Horta. Embora as inúmeras tentativas dos galos de chegar à baliza bracarense, o nono classificado da Liga Portuguesa avança.  O último jogo foi o mais supreendente de todos: O FC Vizela recebeu um enorme do futebol português e, no decorrer do jogo, apresentou-se superior tanto em qualidade como em golos, visto que a equipa vizelense esteve a ganhar por 1-0 ao SL Benfica.

Aos 6′, Samu colocou a equipa em vantagem e assim permaneceu ao longo da primeira parte de jogo. O jogo tomou novas proporções com o Vizela em desvantagem numérica (Ericson levou cartão vermelho aos 26′) e com a chegada da segunda parte onde o SL Benfica tomou outra postura perante o adversário. Essa mudança de posição, levou aos 2 golos por parte da equipa encarnada. Apesar das complicações, a Taça de Portugal perdeu o FC Vizela da competição.

Novo dia, novas surpresas. No domingo, dia 24, dou-se o último dia de eliminatória. Começando na cidade de Aveiro, o Anadia FC recebeu o Beira Mar. O décimo classificado do Grupo C do Campeonato de Portugal ficou reduzido a menos um, no entanto isso não pareceu travar a equipa, acabando por vencer por 2-1 frente ao segundo classificado. Agora é que são elas, outro clube da Primeira Liga a ser reduzido a cinzas nas eliminatórias da Taça de Portugal: o Moreirense FC deslocou-se a Mafra – clube da Segunda Liga Portuguesa – e acabou por sofrer três golos e apenas marcar um perante o adversário, perdendo lugar na próxima fase.

O décimo sétimo classificado da Primeira Liga – FC Paços de Ferreira – recebeu o AD Sanjoanense, atuante no Campeonanto de Portugal, a partida ficou resumida com um golo da equipa da casa aos 12′ por Diaby. À mesma hora no distrito de Vila Real, o Pedras Salgadas recebeu o CF Canelas 2010, um jogo que ficou marcado pela ida a penalidades que resultou em 5-6 – vantagem para o CF Canelas 2010, que transmite à próxima fase. Agora no sul do país, o Sintra Football – mais conhecido por ter eliminado o Vitória SC da competição – recebeu o AC Marinhense, o clube visitante levou à melhor no decorrer do jogo e muito devido ao autor dos dois golos, Leandro Antunes, o avançado que bisou na partida.

Enquanto isso, na Póvoa de Varzim,o RioAve FC recebeu o FC Alverca – a equipa que venceu o Sporting CP -, a partida ficou decidida aos 16′ com o golo de Augusto Filipe, central. No Estádio do Dragão, 2 equipas da Primeira Liga decidiram quem passava para a próxima fase da Taça de Portugal, a goleada da equipa da casa por 4 golos a zero (um deles auto-golo) ditou a vitória frente ao Vitória FC, que pouco jus fez ao nome. O recém chegado à Segunda Liga, o GD Chaves chegou e marcou frente ao Belenenses SAD. Aos 27′, a partida ficou definida com o golo de André Luis, apesar das inúmeras tentativas da equipa visitante.

O GD Chaves eliminou o Belenenses SAD na Taça de Portugal
Fonte: GD Chaves

A eliminatória estava fechada e as respetivas equipas já tinham os passes carimbados para a 5º elimatória da Taça de Portugal. Assim, as contas estão feitas: 7 equipas da Primeira Liga, 4 equipas da Segunda Liga e 5 equipas do Campeonato de Portugal. Provavelmente, é uma das primeiras vezes que existem tantas equipas representantes do Campeonato de Portugal, e tão poucas da Primeira Liga. Estará a qualidade do Campeonato de Portugal a revelar-se? Ou a qualidade das equipas da Primeira Liga está a descer? Eis a questão. No entanto, são estas que transmitem para os oitavos de final, veremos que surpresas aguardam desta vez!

Foto de Capa: SL Benfica

 

Comentários