Anterior1 de 3Próximo

Chegámos àquela altura do ano. Exatamente, a altura em que o Cavani vem para o SL Benfica, o Hulk regressa ao FC Porto… Uma altura em que se verbalizam sonhos pouco possíveis (espero que se tornem realidade, seria bom para o futebol português), e que faz correr muita tinta em toda a imprensa desportiva. No entanto, esta “silly season” 2020/21 tem outro aliciante – para além dos jogadores – que está a valorizar o treinador português e a mexer com as emoções dos adeptos: os treinadores.

Penso que não há dúvidas quando dizemos que os técnicos portugueses são muito cotados lá fora e esta época, na minha opinião, muitos treinadores saltaram para as montras do futebol nacional e internacional. Ora despontaram agora e começaram a ganhar visibilidade, ora (re)confirmaram toda a qualidade que já se lhes reconhecia.

Para além do regresso de Jorge Jesus ao SL Benfica, que já foi amplamente abordado em vários artigos aqui mesmo no Bola na Rede, há muitas outras mudanças a acontecer. São esses (os outros casos), que vou tentar abordar.

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede
Anterior1 de 3Próximo

Comentários