Anterior1 de 4Próximo

FC Paços de Ferreira e Rio Ave FC encontraram-se no Estádio Capital do Móvel no jogo de abertura da oitava jornada.

Os homens da casa chegam a esta partida no penúltimo lugar da liga portuguesa, mas com duas vitórias consecutivas: uma para a Taça de Portugal frente ao Louletano, e outra frente ao Penafiel, a contar para a Taça da Liga. Já o Rio Ave FC, mais confortável na tabela classificativa, onde ocupa o nono lugar, vem de uma vitória para a Taça de Portugal frente ao Condeixa e um empate para a Taça da Liga diante do Portimonense SC.

Os homens da casa começaram melhor com Welthon a desviar na grande área após cruzamento de Bruno Santos, mas a bola a sair por cima da baliza de Kieszek. Welthon, novamente, aos cinco minutos, podia adiantar os pacenses no marcador, após um mau passe de Kieszek na saída de jogo que isolou o avançado, mas este não conseguiu finalizar corretamente.

O Paços arrancou a todo o gás e Hélder Ferreira, a partir da direita, desmontou Aderlan Santos no um contra um e rematou à baliza, mas o esférico saiu ligeiramente ao lado da baliza do Rio Ave.

Anúncio Publicitário

As duas equipas encaixaram nos sistemas uma da outra e o ritmo de jogo estagnou, não havendo mais oportunidades flagrantes até ao minuto 24’, em que Taremi se desmarcou, e, com a saída de Ricardo Ribeiro aos seus pés, tocou para Bruno Moreira que, com a baliza deserta atirou para um corte crucial de um defesa pacense, que salvou autenticamente o Paços de ir para trás no marcador.Aos 34’ Diego Lopes, depois de tabelar com Taremi, ficou na cara de Ricardo Ribeiro mas a defesa pacense cortou a bola no momento certo, dando canto aos vila-condenses.

Tiago Martins apitou para o intervalo e tudo se manteve a zeros na Mata Real, com os homens da casa a dominar a partida, mas com o Rio Ave FC a ter as oportunidades mais claras de golo.

O Rio Ave teve ocasiões claras para chegar à vantagem mas não as conseguiu materializar
Fonte: Rio Ave FC

As equipas voltaram ao relvado para a segunda metade da partida e o Rio Ave criou perigo de imediato. Bruno Moreira, isolado, falhou na cara de Ricardo Ribeiro, apesar de estar em fora de jogo.

O Rio Ave apareceu mais dominante e aos 75 minutos, Mané isolou Nuno Santos, que fintou o guarda-redes pacense mas acabou por não conseguir finalizar quando tinha a baliza aberta à sua mercê.

Com mais Paços de Ferreira na primeira parte e mais Rio Ave FC na segunda, o jogo chegou ao seu término com o nulo no marcador, apesar das oportunidades para os dois lados.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Rio Ave FC: Kieszek; Pedro Amaral, Santos, Borevkovic, Nélson Monte; Felipe Augusto, Tarantini; Mehdi (69′ Ronan), Diego Lopes (77′ Jambor), Nuno Santos; Bruno Moreira(62′ Mané)

FC Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro; Bruno Santos, Marco Baixinho, André Micael, Bruno Teles; Hélder Ferreira (52’ Yago), Diaby, Pedrinho, Luiz Carlos (80′ Gava); Uilton (70′ Tanque), Welthon

 

Anterior1 de 4Próximo

Comentários