Futebol de Formação | A Idade Desportiva

    As diferenças de conhecimento sobre o jogo entre os atletas de uma equipa

    Entre as várias possíveis diferenças entre atletas que compõem uma equipa, a idade desportiva é uma delas. O termo “Idade Desportiva” refere-se à maturação e experiência dos atletas na prática de uma modalidade e, neste caso específico, no futebol. Dois atletas que tenham exatamente a mesma idade, joguem no mesmo escalão, na mesma equipa, podem ter execuções técnicas, perceções e conhecimento do jogo e das situações que nele ocorrem totalmente distintas.

    Exemplo: Um treinador tem à sua disposição dois atletas de nove anos. Um deles começou a treinar aos nove anos, ou seja, começou a praticar a modalidade há pouco tempo, enquanto que o outro atleta já pratica a modalidade desde os seis anos. A diferença de anos de prática e treino entre esses atletas vai-se refletir no seu desempenho, ações e comportamentos durante o jogo/treino.

    O atleta que já pratica a modalidade há algum tempo, provavelmente, terá um maior conhecimento e saberá o que fazer nos diferentes momentos do jogo, com e sem bola, tem noção do que cada situação solicita para conseguir ter sucesso. Enquanto que um atleta recém chegado à modalidade, provavelmente irá perseguir a bola e respetivo portador, não tendo noção de como e quando ocupar os espaços e que comportamentos deve ter ou não ter em determinadas situações.

    Sendo o futebol um jogo coletivo em que os elementos da equipa estão interdependentes uns dos outros para que a equipa consiga ter sucesso, estas diferenças entre os atletas podem ser um problema. O treinador deve gerir o grupo como um todo, perceber o que a equipa precisa coletivamente, mas também deve ter a sensibilidade de perceber que todos os atletas são diferentes, como tal, têm necessidades diferentes, e a mesma “receita” não funciona para todos de igual forma.

    Para ajudar neste processo e facilitar a aquisição de conhecimentos específicos sobre a modalidade, o treinador pode perguntar se o atleta já praticou outra modalidade antes de ingressar no futebol.

    Se sim, e sabendo qual era a modalidade anteriormente praticada pelo atleta, o treinador pode ter ali um ponto de partida para conseguir ensinar o atleta de forma mais eficaz, na medida em que podem haver comportamentos ou ações em que dê para fazer o “transfer” para o futebol, isto é, ativando a memória do atleta sobre determinado comportamento e relembrando e comparando situações que o atleta tenha experienciado na modalidade que praticou anteriormente de forma a facilitar a sua perceção e sendo mais eficaz no ensino.

    Artigo de João Barros Cunha,
    treinador de futebol na Academia Sporting Aurélio Pereira

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Angola consegue a primeira vitória na CAN 2024 de Futsal

    A seleção de Angola, orientada pelo português Marcos Antunes,...

    Bayern Munique com baixa importante até ao final da época

    O Bayern Munique não vai poder contar com Kingsley...

    Iván Fresneda voltou a entrar em campo pelo Sporting e já reagiu

    Iván Fresneda chegou esta temporada ao Sporting, mas não...
    Redação BnR
    Redação BnRhttp://www.bolanarede.pt
    O Bola na Rede é um órgão de comunicação social desportivo. Foi fundado a 28 de outubro de 2010 e hoje é um dos sites de referência em Portugal.