O crescimento do futebol feminino português é visível a cada dia. A jogadora nacional é cada vez mais valorizada fora de portas e a prova disso foram as transferências de Matilde Fidalgo e Jéssica Silva para Manchester City e Lyon, respetivamente. Transferências completamente inesperadas, mas que colocam o futebol feminino português cada vez mais perto das grandes potências mundiais.

A lateral campeã pelo SC Braga vai representar o Manchester City, e junta-se ao médio Bernardo Silva, estrela da equipa masculina. Esta vai ser a primeira experiência de Matilde Fidalgo no estrangeiro, depois de se ter sagrado campeã no SL Benfica, Sporting CP e SC Braga. Um passo importante para a carreira da internacional portuguesa que em Inglaterra vai lutar por um lugar no onze das vice-campeãs da Liga Inglesa Feminina. Aos 25 anos este vai ser o maior desafio da carreira da defesa, após conquistar tudo na liga portuguesa.

Matilde assinou por duas temporadas com a equipa feminina do Manchester City
Fonte: Manchester City FC

Se a transferência de Matilde Fidalgo já era um feito importante para o futebol português, a transferência de Jéssica Silva para o Lyon deixou toda a gente de “queixo caído”.  Ora não estivéssemos a falar do melhor clube do mundo, vencedor das últimas quatro Liga dos Campeões Femininas, e das últimas treze ligas francesas. Uma supremacia ímpar na Europa, numa equipa onde estão as melhores jogadoras do mundo. Um passo muito importante para a avançada de 24 anos, mas onde terá uma responsabilidade acima da média.

Depois de duas épocas ao serviço do Levante, de Espanha, Jéssica vai ter pela frente uma realidade competitiva completamente diferente. Irreverente e com talento acima da média, a extremo é uma das melhores jogadoras portuguesas da sua geração. E não tenho dúvidas que irá conseguir conquistar o seu espaço na equipa francesa.

Um dado importante é que com estas oficializações, Portugal consegue estar representado nas cinco melhores ligas do futebol feminino: Inglaterra, Espanha, França, Itália e Alemanha. Facto que comprova a evolução do futebol feminino português, e que demonstra que o futuro só pode ser risonho. A jogadora portuguesa começa a ganhar cada vez mais estatuto, já que é ao conviver com “as melhores” que se aprende e evolui.

Foto de Capa: Olympique Lyonnais

Comentários