cab futebol feminino

A selecção das quinas venceu o primeiro de dois jogos de preparação para a Algarve Cup frente à Suíça por 2-1, numa partida em que a qualidade de Cláudia Neto foi crucial para garantir a vitória portuguesa.

Apesar de uma primeira parte muito disputada no centro do terreno, Portugal entrou em campo com vontade de mandar no jogo e, logo aos 3 minutos, dispôs de uma oportunidade soberana para abrir o marcador, por intermédio de Andreia Silva. Depois deste primeiro aviso, as ocasiões de perigo continuaram a pertencer à selecção portuguesa, pecando pela falta de eficácia das jogadoras mais avançadas no terreno. No entanto, aos 26 minutos, Vanessa Marques subiu às alturas e inaugurou o placard com um excelente cabeceamento, após um canto marcado do lado esquerdo do ataque português pela capitã portuguesa, Cláudia Neto. Com este primeiro golo, o jogo praticado pelas atletas portuguesas perdeu alguma qualidade e a Suíça começou a dar sinais de que queria fazer algo mais nesta partida. Nos períodos de mais aperto, de referir a grande solidez do bloco defensivo português, sempre auxiliado pelas jogadoras do meio campo. O empate acabou por surgir aos 43 minutos numa jogada de insistência por parte do ataque suíço.

Anúncio Publicitário

Na segunda parte, e fruto do crescente cansaço de ambas as equipas, as jogadoras optaram por um futebol mais directo (e igualmente menos atractivo). Mas como os grandes jogadores tendem a surgir nos momentos mais importantes, aos 59 minutos, Cláudia Neto fez uma grande assistência para a desmarcação de Ana Borges que, ao tentar fintar a guarda-redes suíça, acabou por ser derrubada na área e premiada com o assinalar de uma grande penalidade. O castigo máximo foi cobrado por Cláudia Neto, voltando a devolver a vantagem a Portugal. Com uma assistência e um golo marcado, a capitã portuguesa com o número 7 nas costas podia ter abrilhantado (ainda mais) a sua exibição se não tivesse falhado outra grande penalidade assinalada a favor das portuguesas, aos 84 minutos.

Com o apito final, regista-se uma boa exibição da formação portuguesa que não vencia a Suíça há 15 anos. Uma nota ainda para Olga Freitas que, com 26 anos, se estreou pela selecção A.

Estas duas selecções voltarão a encontrar-se na quinta-feira, em Santa Maria da Feira.

Cláudia Neto foi a grande figura do encontro. Velocidade, qualidade de passe e qualidade técnica não lhe faltaram Fonte: FPF
Cláudia Neto foi a grande figura do encontro. Velocidade, qualidade de passe e qualidade técnica não lhe faltaram
Fonte: FPF

Onze de Portugal: Neide Simões, Matilde Fidalgo, Sílvia Rebelo, Carole, Regina Pereira, Vanessa Marques, Dolores Silva, Cláudia Neto – cap. (Patrícia Gouveia, 90+1′), Ana Borges (Olga Freitas, 88′), Carolina Mendes (Edite, 71′) e Andreia Silva (Jéssica Silva, 61′).
Suplentes
: Patrícia Morais, Mónica Mendes, Adriana Rodrigues, Rita Fontemanha e Filipa Rodrigues.
Treinador: Francisco Neto.
Golos: Vanessa Marques (23′), Cláudia Neto (gp, 60′).

Onze da Suíça: Stenia Michel, Noëlle Maritz, Caroline Abbé – cap., Fabienne Humm, Vanessa Bernauer (Eseosa Aigbogun, 75′), Ana Maria Crnogorcevic, Vanessa Bürki, Martina Moser, Lia Wälti, Ramona Bachmann e Lara Diecknmann.
Suplentes
: Antonia Albisser, Sandra Betschart, Rahel Kiwic, Daniela Schwarz, Selina Kuster, Fabienne Bangerter, Florijana Ismaili.
Treinadora: Martina Tecklenburg.
Golos: Fabienne Humm (44′).