Anterior1 de 3Próximo

No Estádio da Tapadinha, em Lisboa, SL Benfica e CA Ouriense defrontaram-se num jogo a contar para os quartos-de-final da Taça de Portugal. Os dois conjuntos, que vinham de resultados bem diferentes na fase anterior, entravam em campo com o mesmo objetivo: passar às meias-finais, que permitia ainda sonhar com a final no Estádio Nacional do Jamor. Uma tarde agradável para a prática do futebol e os adeptos de ambas as equipas também a marcar presença num jogo tão importante.

Após o apito inicial do jogo, a posse de bola esteve mais concentrada no meio de campo, mas as oportunidades apareceram para as duas formações. O CA Ouriense tentava impor-se na partida, contudo, o plantel do SL Benfica apresentou-se com grande categoria em campo e não deu qualquer oportunidade à equipa vinda de Ourém.

O relógio ainda não tinha passado os dez minutos iniciais e já as “encarnadas” marcavam na partida. Após uma falha defensiva, surgiu o cruzamento para a área e Evy Pereira estava na melhor posição para inaugurar o marcador.

Apesar de as atletas do SL Benfica serem apanhadas muitas vezes em fora de jogo, a tática dos passes em profundidade começava a dar frutos no encontro. Um desses casos foi o de Darlene, que aos 17 minutos, surge na cara de Petra que não desperdiçou a oportunidade de deixar o seu nome na ficha de jogo.

Quem pensava que o jogo ia acalmar um bocado engana-se. O SL Benfica não baixou as suas linhas e os golos foram aparecendo na partida sucessivamente. Aos 19 minutos, após um livre muito distante da baliza adversária, perto do meio campo, Tayla apareceu na grande área a cabecear para dentro da baliza e estava feito o 3-0.

O quarto golo apareceu dois minutos depois, Yasmine aproveitou um livre frontal à baliza do CA Ouriense e faturou para o SL Benfica. A número 71 dos “encarnados” rematou mais em jeito do que em força, mas Petra, que ainda tocou na bola, não conseguiu evitar mais um golo.

O CA Ouriense ainda reagiu na partida através de um contra-ataque rápido. A bola foi cruzada para dentro de área onde apareceu a número 17 que de cabeça meteu a bola na baliza do Benfica, porém estava assinalado o fora de jogo à atacante.

Houve tempo ainda para mais quatro golos no primeiro tempo. O quinto foi novamente de livre direto com Silvia Ribeiro a terminar a jogada. As bolas paradas estavam a funcionar, e que de maneira, para as “águias”.

Aos 31 minutos, novo golo do Benfica. Evy a iniciar a jogada na direta a ir para terrenos interiores a passar a Patrícia. A número 8 do SL Benfica encontrou ainda Geyse, completamente isolado no lado esquerdo, que não teve meias medidas e rematou com força para o fundo da baliza.

A faltar cinco minutos para o intervalo, Patrícia cruza do lado esquerdo do ataque e apareceu na grande área Geyse fez, possivelmente, o melhor golo da tarde. Um grande golo com um remate de primeira da atleta número nove do SL Benfica. Na compensação ainda houve tempo para Evy Pereira aparecer nas costas da defesa e bisar na partida. As equipas recolheram para os balneários com uns expressivos 8-0 a favor do SL Benfica.

O Ouriense conseguiu estar a par do Benfica nos minutos iniciais, mas o resultado acabou muito desnivelado
Fonte: João Barbosa/Bola na Rede

O segundo tempo começou exatamente como o primeiro. O SL Benfica por cima do jogo a controlá-lo e a não dar hipóteses à CA Ouriense e os golos apareceram. Aos 52 minutos, Darlene apareceu na cara de Petra e finalizou sem qualquer dificuldade. Estava feito o nono no encontro.

Mais dois minutos e surgiu outro golo, o décimo. A bola foi cruzada para a grande área e acabou por ser desviado por Catarina Rodrigues, infelicidade para a defesa do CA Ouriense.

O décimo primeiro foi marcado por Darlene. A número sete do SL Benfica aproveitou uma confusão na área da defensiva do CA Ouriense e a marcar um golo fácil. Os golos, esses não paravam e o 12-0 apareceu após uma grande jogada coletiva por parte das “encarnadas”. Após uma grande jogada do lado direito do ataque, surge o cruzamento Darlene deixou a bola passar e estava lá Geyse para rematar para o fundo da baliza.

Surgiram mais dois golos num curto espaço de tempo, Geyse teve oportunidade para marcar o “poker” na partida. A número nove passou pela guarda-redes do CA Ouriense e só teve depois de empurrar para novo golo. O outro foi marcado por Lara Pintassilgo que com a baliza sem ninguém só teve mesmo de encostar para o décimo quarto do encontro.

Houve tempo ainda para os últimos dois golos no jogo. Após uma nova bola parada, desta vez um canto, a número 15 do SL Benfica, Tayla, aproveitou um ressalto e ao segundo poste só teve de encostar. O último foi marcado por outro golo de Darlene, a capitã só teve de rematar para mais outro golo seu na partida.

Final do jogo com uma vitória por números bastante difíceis de acreditar para um jogo de futebol em que mais parecia um jogo do hóquei em patins. O placar dos marcadores marcava 16-0 a favor do SL Benfica. As “encarnadas” seguem assim para as meias-finais, fase onde está também a equipa masculina, e com altas possibilidades de chegar à Final da Taça de Portugal. Já o CA Ouriense cai com estrondo nos quartos-de-final e com uma derrota muito pesada.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

SL Benfica: Catarina Bajanca (GR), Daiane, Silvia Rebelo, Tayla, Pauleta, Ana Vitória (Andreia Faria, 60’), Patricia Llanos (Lara Pintassilgo, 60’), Geyse, Evy Pereira (Rilany, 60’), Darlene, Yasmin

CA Ouriense: Petra (GR), Ana Tomaz, Daniela Pereira, Cristiana Garcia (Beatriz Pereira), Rita Santos, Monique Gonçalves, Renata Catarino, Adriana Santos, Ana Filipa Santos, Flávia Fartaria (Margarida Lopes), Sofia Vicente (Catarina Rodrigues)

Anterior1 de 3Próximo

Comentários