fc porto cabeçalho

“28 Setembro de 1893. Do nada, de uma ambição secreta que não podia mais ser reprimida, nascia um FC Porto ativo e dinâmico.”

“António Nicolau d’Almeida, desportista por excelência e exímio comerciante de Vinho do Porto, convidou, na qualidade de presidente do clube, o Club Lisbonense para um jogo de futebol. Ficava na história a primeira aparição azul e branca. Nos livros, em páginas amarelecidas pelo tempo, este é o registo mais antigo da atividade portista.”

Fonte: FC Porto
Fonte: FC Porto

Em junho de 1922, arranca a primeira edição do Campeonato de Portugal, primeira prova nacional oficial, criada pela União Portuguesa de Futebol, antecessora da Federação Portuguesa de Futebol, com o objetivo de juntar os campeões regionais de Lisboa e Porto. É o FC Porto quem leva a melhor na primeira edição, ganhando ao Sporting por 3–1, na finalíssima, a 18 de junho, e tornando-se no primeiro campeão português de futebol.

Em 1934–35, arranca a primeira edição do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, ou simplesmente da Primeira Divisão. É o FC Porto quem o vence, com dois pontos de avanço sobre o segundo classificado, o Sporting, sob o comando do húngaro Joseph Szabo.

Anúncio Publicitário

Depois das obras terem começado em inícios de 1951, o “Estádio do Futebol Clube do Porto” é inaugurado em 28 de maio de 1952, mas ficou para a história como Estádio das Antas.

Em 1977, o regresso de José Maria Pedroto, que fora jogador do clube por largas épocas, e a entrada de Jorge Nuno Pinto da Costa para diretor do departamento de Futebol foi o momento marcante da história do clube, que viria a tornar o clube numa referência Mundial. Na época 1977–78, 19 anos depois do último título de campeão, os dragões voltam a conquistar o campeonato. Para muitos um dia inesquecível e talvez a maior festa alguma vez vivida na cidade “invicta”.

A 17 de abril de 1982, Jorge Nuno Pinto da Costa é eleito presidente do FC Porto, começando o clube a ganhar terreno sobre os rivais de Lisboa. Desde então o clube nunca mais foi o mesmo e a senda de vitórias foi impressionante.

A 27 de maio de 1987, o clube finalmente consegue ganhar uma competição europeia no futebol, tendo ganho brilhantemente ao favorito Bayern de Munique por 2–1 na final da Taça dos Campeões Europeus de 1986–87. Conquistada no Estádio Prater, em Viena. Desde então os títulos são inúmeros e o FC Porto é neste momento uma referencia Mundial e o seu Presidente é o mais titulado da história do Futebol.

Um outro momento marcante para o clube foi o  dia 16 de novembro de 2003, inauguração do Estádio do Dragão. A construção do estádio custou 98 milhões de euros, e tem uma capacidade para cerca de 50 mil espetadores. O amigável da inauguração resultou numa vitória de 2–0 contra o Barcelona, onde também se estreou Lionel Messi, então com dezasseis anos.

No que apenas ao Futebol diz respeito (o clube é muito mais que apenas Futebol) o FC Porto conta neste momento com 74 títulos, sendo de destacar as sete conquistas internacionais do clube.

Fonte: Wikipedia
Fonte: Wikipedia

 

Fonte: BnR
Fonte: Wikipedia

 

Para terminar deixo aqui os versos do hino do nosso clube:

Oh, meu Porto, onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal.
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal.

Oh, campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto

Quando alguém se atrever a sufocar
O grito audaz da tua ardente voz
Oh, Oh, Porto, então verás vibrar
A multidão num grito só de todos nós

Oh, campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Artigo anteriorPSG FC 3-0 FC Bayern Munique: Demonstração de força da nova geração
Próximo artigoSL Benfica: 4-2-3-1 vs. 4-4-2
É um eterno apaixonado por desporto, tem no futebol a sua maior paixão. Desde muito jovem que se dedica ao estudo e à análise de todas as vertentes futebolísticas. Foi treinador no futebol de formação, e atualmente colabora na área do “scouting". Apaixonado pelo jornalismo desportivo, é adepto do FC Porto e no futebol internacional tem simpatia pelo Barcelona.                                                                                                                                                 O Luís escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.