4.

Fonte: FC Porto

Derrota em Belém – Foram vários os momentos em que, não só o treinador como grande parte do plantel reconheceu que a derrota na jornada 28 diante dos homens do Restelo foi o grande momento que propiciou uma profunda reflexão no seio do grupo e lhe possibilitou partir com toda a força para a conquista do título. Após cerca de duas dezenas de jornadas na liderança isolada da classificação, o FC Porto acabara de ceder o posto para o SL Benfica a poucas jornadas de defrontar o rival…no inferno da Luz. Uma exibição sem brilho e sem chama culminou no 2-0 final. No final, de semblante carregado, toda a equipa foi confortada e muito aplaudida pelos milhares de portistas presentes na bancada. Um sinal de esperança e força numa altura em que os guerreiros pareciam fraquejar. No balneário, hora e meia depois de o jogo ter terminado, ainda ninguém tinha tomado banho, tal como garantira SC. Não se sabe o que lá foi dito e vivido, mas esse momento haveria de virar o destino, mais uma vez, a favor dos azuis e brancos.