Não é novidade nenhuma que o FC Porto vive uma situação financeira débil e que procura urgentemente angariar receitas que possam suprir as suas dificuldades, desta forma a maneira mais viável de o conseguir é através da transação de passes de jogadores, principalmente da formação. Também não é mentira que o clube já compôs elencos com maior qualidade e com atletas mais apetecíveis para os grandes emblemas do futebol europeu.

No entanto, a grande esperança dos dirigentes portistas parece recair nos jovens valores da formação do emblema azul e branco, oriundos do Olival, nomeadamente da geração que conseguiu conquistar a UEFA Youth League. Muitos têm sido os futebolistas que aos poucos têm conseguido fazer jus à fama obtida, após a vitória na competição, e têm conseguido dar o salto de transição do futebol de formação para o sénior, o que consequentemente faz com que não saiam do radar de clubes de outro gabarito económico.

E tem sido os casos de Diogo Leite, Romário Baró, Tomás Esteves, Fábio Viera e Fábio Silva, que tem sido constantemente apontados à porta de saída do Estádio do Dragão, derivado às ofertas tentadoras que possam chegar às mãos da direção presidida por Pinto da Costa. Para esta tarefa árdua de reequilibrar as contas, o FC Porto não está sozinho e parece contar com um aliado de peso, junto do mercado, ou seja, Jorge Mendes, o famoso agente de jogadores que parece comandar várias negociações que tem como finalidade serem benéficas para as contas do emblema da invicta.

Anúncio Publicitário

Neste âmbito, o super-agente parece andar a ultimar, pelos rumores que têm saído na imprensa da transferência do jovem Fábio Silva para Inglaterra, por uns valores a rondar os 40 e 50 milhões de euros. A concretizar-se seria já uma fatia bastante considerável dos vários milhões que o FC Porto está obrigado a fazer. Apesar de todos os diários desportivos darem como consumada a mudança do jovem internacional por Portugal para terras de sua majestade, a identidade do clube é uma incógnita, porém olhando ao historial de clubes com ligações ao empresário português, o Wolverhaptom Wanderers FC é um destino provável para receber esta promessa do futebol nacional.

Por um lado, o FC Porto irá ver sair uma das suas grandes promessas, que com tenra idade já faz parte do plantel principal e detém vários recordes do emblema nortenho, o que bem diz das esperanças que recaem sobre si. Por outro lado, os dragões deverão receber um importante encaixe para as suas contas e que dará uma grande almofada económica para que os azuis e brancos consigam cumprir as suas obrigações financeiras, e também será uma venda, a concretizar-se, que entrará no top-5 das melhores vendas do FC Porto.

Artigo revisto por Joana Mendes

Comentários