Foi nesta sexta-feira que o FC Porto ficou a conhecer o próximo adversário na liga milionária – UEFA Champions League. Num momento “pré-sorteio”, após a qualificação de todas as equipas, eram muitas as apostas feitas por parte dos adeptos da equipa azul e branca no que toca ao clube que iria jogar os quartos de final da competição de clubes mais conhecida do mundo. Eram três os clubes mais pretendidos pelos aficionados dos dragões: FC Ajax, Manchester United FC e Tottenham Hotspur FC.

Para alguns, teoricamente, estes seriam as equipas mais acessíveis e em que a probabilidade de passagem do FC Porto à seguinte fase era mais alta. No entanto, o carrasco dos oitavos de final do Dragão na edição passada da Liga dos Campeões foi o que a sorte ditou.

Todos sabem da qualidade e poder futebolístico que o Liverpool FC de Jurgen Klopp tem atualmente, incluindo o FC Porto. Nos oitavos de final da época transata os “Reds” vieram ao Estádio do Dragão quebrar recordes – a pior derrota em casa da história do FC Porto.

Essa derrota amarga ainda não foi esquecida pelos adeptos e a consequente eliminação muito menos. Mané, Salah e Firmino são ainda uma das frentes de ataque mais mortíferas do futebol mundial e aterrorizam qualquer defesa. Contudo, após o sorteio, Klopp não quis subestimar a equipa de Sérgio Conceição – “Estou muito longe de pensar que este foi o melhor sorteio para nós, porque não foi. É apenas um sorteio. É um adversário que vamos ter de defrontar e preparar muito bem para o fazer”.

O FC Porto conseguiu um empate (0-0) na 2ª mão dos oitavos de final da época anterior
Fonte: FC Porto

Do lado do FC Porto há uma sede de vingança e uma vontade de dar o melhor. Poderá esse fator servir de motivação extra? Da época anterior para esta, pouca coisa mudou, mas a mentalidade com que o Liverpool será encarado com certeza que será diferente. A experiência de Pepe e a irreverência e frescura de Militão são as principais diferenças neste plantel do FC Porto e poderão ditar um resultado bem diferente.

Quanto a reações ao sorteio, Sérgio Conceição afirmou -“Foi o que foi. Foi o adversário que saiu, é o adversário que temos de defrontar. Quando chegar a altura temos de preparar esses jogos da melhor forma, perceber o que não devemos fazer ou o que fizemos no ano passado e não foi bem feito. O Liverpool é, sem dúvida, uma das equipas que tem qualidade individual e coletiva. É uma equipa que se conhece muito bem, cuja dinâmica identificamos muito bem”. O treinador do FC Porto afirma ainda que a presença entre as melhores oito equipas da Europa já é uma conquista que deve ser valorizada.

O FC Porto jogará a primeira mão dos quartos de final em Anfield Road dia 9 de abril e a segunda mão em casa no dia 17 do mesmo mês. O facto de jogar a segunda mão no Estádio do Dragão poderá beneficiar a equipa portuense caso a eliminatória ainda esteja em aberto. Caso o FC Porto vença o Liverpool, poderá defrontar o vencedor de outro jogo dos quartos de final da Liga dos Campeões – FC Barcelona vs. Manchester United.

Foto de Capa: FC Porto

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários